Logo da CBIC

Agência CBIC

12/06/2012

UnB e CBIC desenvolvem projeto que integra pesquisadores e empresas da construção civil

A UnB, em parceria com a CBIC, está desenvolvendo uma ferramenta de pesquisa para a Cadeia Produtiva da Indústria da Construção. Trata-se do projeto de um observatório online que pretende integrar o conhecimento produzido na academia com empresas da construção civil.

A ideia é ampliar o projeto para toda a região Centro-Oeste, mas visando futuramente outras regiões do Brasil e também países da América Latina.

Ontem, dia 11, o reitor da UnB, José Geraldo de Sousa Júnior, recebeu representantes de universidades públicas e particulares da região para apresentar o projeto, chamado de "Observatório da Cadeia Produtiva da Indústria da Construção".

A ferramenta disponibiliza uma série de informações sobre inovações no setor: o currículo lattes dos pesquisadores da área da construção civil, fichas que descrevem empresas e indústrias da área, representações do terceiro setor, como ONGs, associações, sindicatos, além do setor público como institutos no âmbito federal, estadual, distrital e municipal.

Até o final deste mês, as universidades da região devem informar à UnB se vão aderir a essa rede de informações.

O Observatório dirigido especificamente à construção civil foi espelhado no Observatório do Conhecimento, lançado pela UnB no final do ano passado

O observatório voltado à construção civil é a oitava meta entre as nove que constituem o Programa de Inovação Tecnológica (PIT), idealizado pela CBIC.

A ferramenta está sendo coordenada pelo Laboratório do Ambiente Construído, Inclusão e Sustentabilidade (Lacis) da UnB.

A professora Raquel Naves Blumenschein, que coordena o Lacis, diz que a ferramenta de pesquisa combate um dos maiores gargalos que comprometem o desenvolvimento do país, a falta de contato entre academia e setor produtivo.

"Por meio da ferramenta, os pesquisadores poderão identificar seus pares e as empresas interessadas em determinadas áreas, como eficiência energética, por exemplo. Essas informações são uma oportunidade de encurtar o caminho para soluções voltadas aos mais variados setores", diz. Para o presidente da CBIC, Paulo Safady Simão, a parceria entre universidade e cadeia produtiva é fundamental. "Se estamos falando em inovação, não há como ela existir sem nossa proximidade com o que é produzido em centros acadêmicos.

O espírito de um projeto como esse do Observatório é de integração", afirma. Ele diz que o projeto viabiliza uma troca de informações mais eficiente entre os setores.

Simão ressalta que a participação de universidades do Centro-Oeste nessa ferramenta de pesquisa é necessária e bem-vinda.

"Nossa busca é por qualidade, sustentabilidade e redução de custos. Aliás, o próprio conceito de custos deve passar por uma reavaliação a partir de parcerias como essa", avalia.

Fonte: Jornal de Brasília.

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon Anápolis
Sinduscom-SL
Sinduscon-Mossoró
Sinduscon-RN
Ademi – MA
SINDUSCON – SUL
Sinduscon – Vale
Ademi – PR
ASSECOB
Ademi – RJ
Sinduscon-AM
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC