Logo da CBIC

Agência CBIC

26/07/2012

Reforma fica mais acessível

"Cbic"
26/07/2012 :: Edição 368

Jornal do Commercio Online – 26/07/2012

reforma fica mais acessível

Comprar material para reformar a casa vai ficar mais fácil a partir deste semestre. A Caixa Econômica Federal (CEF) reduziu taxas de juros e ampliou o prazo do crédito na Construcard – linha de financiamento para a compra de materiais de construção. O banco federal tem R$ 5 bilhões para essa linha de crédito até o final deste ano.

De acordo com as novas medidas, o prazo para o pagamento passou de 60 para até 96 meses. O cliente também pode optar por ter seis meses de carência para executar as obras. Em relação aos juros, a taxa mínima do Construcard passou de 1,96% ao mês para 1,40% ao mês, enquanto a máxima baixou de 2,35% a.m. para 1,85% a.m., de acordo com o prazo escolhido pelo cliente.

O fraco desempenho do varejo no País durante o primeiro semestre também derrubou as vendas de material de construção, um dos setores que mais sofreu no período. Depois de medidas do governo federal para aquecer as vendas desde maio – como a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) da linha de eletrodomésticos e de veículos, agora é a vez da Caixa Econômica dar impulso aos consumidores que desejam reformar ou construir a casa própria.

"Com essas novas medidas, a Caixa passa a ter uma das melhores taxas e o maior prazo do mercado, o que mantém o banco na liderança do mercado de crédito para materiais de construção", afirmou em nota o presidente da Caixa, Jorge Hereda.

O gerente regional de Pessoa Física da CEF em Pernambuco, João Carlos Sá Leitão, observa que, apesar da queda de vendas no mercado da construção civil verificada pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) no País, em Pernambuco o setor mantém o ritmo. "O mercado local mantém as vendas por conta do aquecimento impulsionado por Suape. Mas o sentimento dos empresários é que a medida deve aquecer ainda mais o setor."

O Construcard pode ser utilizado na compra de material de construção e também para a compra de móveis embutidos e sistemas de aquecimento solar.

Para ter acesso ao financiamento, o cliente deve procurar uma das agências da CEF e apresentar documentos pessoais como carteira de identidade, CPF, comprovante de endereço e renda. A instituição bancária realiza a avaliação cadastral antes de autorizar o crédito. No caso de quem já é cliente do banco, na maioria das vezes o limite de crédito já é pré-aprovado e o cliente deve escolher a opção que deseja diretamente com o gerente do banco.

Quando o crédito é aprovado, o cliente recebe um cartão magnético para ser usado exclusivamente nas lojas de material de construção conveniadas. Em todo o País, são mais de 65 mil estabelecimentos conveniados.

"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-JF
Sinduscon-JP
Sindicopes
Sinduscom-SL
Ademi – PE
Sinduscon-Oeste/PR
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Ademi – DF
SECONCI BRASIL
Sinduscon-RR
ADEMI – BA
Sinduscon-RS
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X