Logo da CBIC

Agência CBIC

18/11/2010

Novo selo de eficiência incentiva construções que economizem energia

CBIC Clipping

18/112010 :: Edição 010

Jornal G1/Globo|   18/11/2010

Novo selo de eficiência incentiva construções que economizem energia
São avaliados três itens: cor e material dos revestimentos, sistemas de iluminação e condicionamento de ar. Os critérios variam de acordo com a finalidade do imóvel.

Um selo de eficiência semelhante àquele que indica o consumo de energia elétrica dos eletrodomésticos começa a ser aplicado na construção civil.

Quando entra no banheiro, a secretária Magda Ferreira Alonso já vai com a mão no interruptor, mesmo de dia: “Senão, você não consegue se ver no espelho”, explica.

Na cozinha, mesma coisa. A luz natural é insuficiente porque as janelas são voltadas para a garagem. E a conta de energia vem alta: “O peso maior é a lâmpada”, conta a secretária.

Pra incentivar construções que economizem energia, o Inmetro criou um selo de classificação com cinco categorias em ordem alfabética: Letra ‘E’ para os imóveis menos econômicos até a letra ‘A’ para os mais econômicos, como um edifício comercial em Belo Horizonte.

Janelas amplas permitem a entrada da luz do sol, gramado nas lajes diminui a absorção de calor e reduz o uso do ar condicionado, elevador inteligente: quando alguém aciona, só o que está mais próximo é que se movimenta. Economia que, segundo o engenheiro civil Teodomiro Diniz Camargo, compensa o gasto na construção: “Nesse edifício mesmo, em cinco anos, todo investimento feito pra se conseguir o selo vai ser pago”, explica.

Um detalhe pode fazer muita diferença, como a cor do imóvel, por exemplo. O teto e paredes brancas, móveis e o piso claros já proporcionaram uma economia de 25% no consumo de energia elétrica. Porque, com o ambiente refletindo a luz, foi possível trocar as luminárias que teriam quatro lâmpadas por modelos com apenas três. A mudança foi feita quando o edifício estava sendo projetado, mas imóveis prontos também podem ser classificados.

Para se conseguir o selo, são avaliados três itens: cor e material dos revestimentos, sistemas de iluminação e condicionamento de ar. Os critérios variam de acordo com a finalidade do imóvel. Nos residenciais, o tipo de aquecimento da água vai pesar muito: se usa energia solar, por exemplo, o imóvel é mais eficiente do que os que aquecem a água com energia elétrica.

O objetivo é que o selo se torne uma referência para o consumidor, como aquele dos eletrodomésticos. “Quando as geladeiras passaram a ter etiqueta, a gente passou a comprar geladeira não apenas pela beleza, pelo tamanho, pelo preço, mas, também pelo seu consumo. Nas residências, nós agora também vamos poder fazer a mesma escolha: poder comprar uma residência também pelo seu consumo”, diz a professora de arquitetura da UFMG Roberta Gonçalves.

"banner"  
"banner"  
"banner"  
"banner"  

 
"Cbic"

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscom-NH
Ademi – SE
ADEMI-AM
APEOP-SP
Sinduscon-PA
Sinduscon-Vale do Itapocu
Sinduscon-Oeste/PR
Sinduscon-DF
Sinduscon – CO
ASSECOB
Sinduscon-Norte/PR
Sinduscon-AC
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X