Logo da CBIC

Agência CBIC

25/03/2011

Governo vai pagar emendas destinadas a obras já iniciadas

 

25/03/2011 :: Edição 064

Jornal Valor Econômico/BR   |   25/03/2011

governo vai pagar emendas destinadas a obras já iniciadas

Paulo Tarso Lyra

O governo decidiu manter o pagamento das emendas parlamentares empenhadas,
os chamados restos a pagar, de 2007, 2008 e 2009 das obras já iniciadas, que
tenham canteiros formados ou cujas máquinas tenham sido adquiridas. A decisão
foi tomada pela presidente Dilma Rousseff na manhã de quarta-feira, durante
reunião com os ministros chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, da Fazenda,
Guido Mantega, e das Relações Institucionais, Luiz Sérgio. Será formada uma
comissão composta por técnicos das três Pastas e do Ministério do Planejamento
para analisar, individualmente, a situação de cada uma dessas emendas.

Em entrevista ao Valor, Luiz Sérgio havia alertado que o cancelamento
destes restos a pagar, com base em um decreto assinado pelo ex-presidente Luiz
Inácio Lula da Silva no último dia do governo, provocaria uma crise com o
Congresso Nacional. O decreto prorrogava até o dia 30 de abril o pagamento dos
chamados restos a pagar de 2007 a 2009, excetuando-se obras do Programa de Aceleração do Crescimento
(PAC) e do setor de saúde. A
partir desta data, todos os empenhos não liberados seriam automaticamente
cancelados. A Secretaria de Relações Institucionais estimou que este valor –
incluindo os restos a pagar de 2010 – chegariam a aproximadamente R$ 18
bilhões, valor equivalente às emendas contingenciadas no Orçamento de 2011.

Não está definido ainda como o governo vai alterar o decreto assinado pelo
ex-presidente Lula. Uma alternativa seria editar um novo decreto
excepcionalizando as obras já em curso e mantendo o cancelamento das demais
emendas empenhadas e não pagas. Outra opção seria publicar um decreto
prorrogando a liberação destes valores específicos após o dia 30 de abril. A
senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), defende que essa última opção [prorrogar o
pagamento após o dia 30 de abril] seja utilizada para os restos a pagar de
2009. Muitas dessas emendas foram liberadas no fim do ano passado, as obras
ainda podem estar em fase de licitação. Nesses casos, ela acha que a
prorrogação poderia ser até junho ou julho.

Dilma reuniu-se na tarde de ontem com o Conselho Político, formado por
presidentes e líderes dos partidos aliados. A reunião, que terminou pouco antes
das 21h00, foi o fórum escolhido pela presidente para a nunciar a decisão de
manter os pagamentos.

Os parlamentares, no entanto, já estavam cientes de que a mudança ocorreria.
Os primeiros a serem avisados da possibilidade foram os senadores e deputados
do PT, que jantaram na terça-feira com o ministro da Fazenda, Guido Mantega. No
dia seguinte, o ministro da coordenação política, Luiz Sérgio, retransmitiu o
recado em um encontro com deputados e senadores do Paraná que integram a base
aliada do governo no Congresso.

Dilma foi alertada que, caso o decreto fosse mantido sem alterações, poderia
haver uma rebelião na base aliada, insatisfeita com o cancelamento das emendas
parlamentares. As emendas representam minha vida no município. Como eu vou
explicar para o prefeito da minha cidade que eu não poderei mais mandar
recursos para lá?, indagou um deputado do PMDB. Para mim, isso é mais
importante do que discutir quem vai para a Caixa Econômica ou o setor elétrico,
completou ele, em uma referência aos dois setores disputados pela cúpula
pemedebista.

Após cerimônia no Palácio do Planalto destinada à assinatura de contratos
para a construção de creches e pré-escolas, a ministra do Planejamento, Miriam
Belchior, já dava sinais de que o governo seria mais condescendentes nessa
questão. Esse critério [de não cortar recursos de obras em andamento] é um
critério de bom senso, pelo que me parece.

Ela disse que o levantamento da comissão ainda estava em andamento e que não
haveria como dar um parecer definitivo nesse momento: Estamos a mais de um mês
do prazo ainda, então temos tempo para elaborar isso com calma, com o cuidado
que o assunto requer.


"banner"  
"banner"  
"banner"  
"banner"  

"Cbic"

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-ES
Sinduscon-Mossoró
Sinduscon-AC
Sinduscon-RR
ASEOPP
Sinduscon-TAP
Ademi – RJ
ADIT Brasil
Sinduscon-MT
Sinduscon-PA
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Sinduscon – Grande Florianópolis
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X