Logo da CBIC

Agência CBIC

10/04/2012

Começa a valer a redução de juros ao consumidor

"Cbic"
10/04/2012 :: Edição 294

 

Zero Hora/RS 10/04/2012
 

Começa a valer a redução de juros ao consumidor

EM QUEDA Diminuição de taxas pela Caixa entrou em vigor ontem, e a do Banco do Brasil terá início na quinta A ofensiva patrocinada pelo governo federal para baixar os juros no Brasil começou na prática ontem, com a redução imediata das taxas cobradas pela Caixa para os seus 25 milhões de clientes. Apesar de ter sido o primeiro a fazer o anúncio, na quarta-feira da semana passada, a nova tabela do Banco do Brasil (BB) começa a valer na próxima quinta-feira.
 Além de cortar juros para pessoa física e empresas, a Caixa promete ampliar o volume de crédito disponível no mercado. Apenas nas linhas que ficaram com os custos menores, a previsão é liberar R$ 71 bilhões até o final do ano. Ao mesmo tempo, no entanto, pretende prestar orientação para que a facilidade não se transforme em endividamento descontrolado.
 Poder ter taxas mais em conta e possibilidade até de isenção de tarifas, porém, não será para todos. Dependerá do chamado relacionamento do cliente com o banco.
 Diversos critérios para chegar ao nível mínimo 
 Ter direito ao patamar mais baixo no cheque especial, por exemplo, dependerá de uma análise que leva em conta a utilização de outros produtos do banco pelo cliente. Conforme a Caixa, é feita uma pontuação que considera a existência de conta salário, conta poupança, aplicações em CDB, fundos e letras de crédito imobiliário. O escore depende ainda de volume aplicado e movimentação financeira.
 O presidente da Caixa, Jorge Hereda, afirma que, com o pacote de corte nos juros, será possível atrair um número maior de clientes:   Queremos ter a terceira maior carteira de crédito do mercado.
 Semana passada, o BB anunciou queda média de 35% nas taxas, incluindo crédito pessoal, consignado e financiamento de veículos, entre outras linhas. A ação faz parte da estratégia do governo para forçar os bancos privados a também reduzirem os seus custos e assim dar um novo empurrão no consumo.
 A queda dos juros é muito forte e foi feita por grandes bancos. Os outros vão ter que seguir   avalia o presidente da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), Miguel Ribeiro de Oliveira.

"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-Porto Velho
Sinduscon – Grande Florianópolis
Sinduscon-SM
Sinduscon PR – Noroete
Sinduscon – CO
Sinduscon-SE
Sinduson – GV
SECONCI BRASIL
Sinduscon-AP
Sinduscon-Caxias
Aconvap
Sinduscon-DF
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X