Logo da CBIC

Agência CBIC

10/12/2020

Artigo - O que nos espera em um futuro próximo?

Raquel Sad Seiberlich Ribeiro, gestora dos Projetos de Inovação & Tecnologia da Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat) da CBIC

A frase que marcou a 23ª Edição do Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade foi “Sua inovação Constrói o Futuro de Todos”. Mas que futuro é este?

Chegando ao fim de um ano sem igual, que fez organizações e pessoas se transformarem em todo o mundo, pode-se notar a adaptabilidade do ser humano a um novo processo a partir de uma necessidade. Pessoas e empresas absorveram mudanças estruturais pelo fato de não poder ser como antes.

As inovações vencedoras desta que foi uma edição especial, com todo o processo de avaliação realizado virtualmente e que contou, pela primeira vez, com a votação aberta ao público trazem sinais do futuro próximo que a construção vivenciará.

Em entrevista à CBIC, os 10 vencedores respondem sobre os desafios de inovar no nosso setor e em nosso país e sobre as motivações e benefícios ligados às suas inovações e deixam à mostra a parte externa deste iceberg de mudanças!

Qual foi a principal motivação em desenvolver seu projeto?

Dentre as respostas: planejamento e controle da produção; contribuir com transformação digital; acelerar o processo construtivo e melhorar o desempenho da edificação; reduzir retrabalho; desenvolver um produto que seja socialmente justo, economicamente viável e ambientalmente correto; buscar alternativa de materiais de construção mais sustentáveis; construir de forma manufaturada e acabar com o desperdício de materiais e recursos; acabar com os desvios de prazos e custos, com um sistema construtivo industrializado com o mesmo custo de uma obra convencional; encontrar uma maneira de capacitar (educar) por meio de uso de tecnologias; aproximar o conceito das modelagens de informação (BIM) e desmistificar o conceito de conforto ambiental.

Qual o principal benefício da sua inovação para a indústria da construção?

Dentre as respostas: aumento da produtividade com uso de algoritmos de inteligência artificial; contribuição para a industrialização da construção; menor impacto ambiental; industrialização considerando-se aspectos logísticos de distribuição e comercialização; precisão e segurança com relação ao prazo e custo final do empreendimento; escalabilidade; agilidade de construção; padronização dos processos; redução de desperdícios, retrabalhos e patologias; construção mais segura, limpa, organizada e com menor impacto a vizinhança; qualidade e durabilidade do produto final; capacitação dos gestores das obras, entendidos como protagonistas nas tomadas de decisões; simuladores ambientais para a concepção de projetos com imersão na representação do modelo de informações; maior conforto ambiental nas edificações e menor gasto de energia.

Qual o maior desafio para inovar, de forma sustentável, na indústria da construção no Brasil?

Dentre as respostas: peculiaridades e fluxos de trabalho do setor; união de metodologia com tecnologia aderente a realidade das obras; paradigmas pré-estabelecidos; encontrar empresas abertas à inovação para testar e validar os produtos inovadores; a baixa aproximação do segmento com o meio acadêmico; a mudança de cultura do segmento; o desenvolvimento de soluções e tecnologias nacionais; a baixa disponibilidade de linhas de crédito para projetos que fomentem a industrialização da construção; carência de fomento e de apoio de atores públicos e privados no desenvolvimento de pesquisa, ciência e tecnologia; a na maneira que projetamos.

Neste novo contexto, a expectativa desta edição do Prêmio, se mantinha em reconhecer, premiar e divulgar iniciativas que contribuem para a modernização da construção civil brasileira, no entanto, as incertezas do momento, se estendiam ao processo, pelas incontáveis variáveis. Chegado ao final, a organização pôde considerar a missão cumprida, com projetos inovadores, pertinentes e viáveis como vencedores que terão ampla divulgação pela entidade.

A cerimônia de premiação, realizada por videoconferência, foi iniciada com uma homenagem aos profissionais da saúde que estão na incansável luta contra a Covid-19 com uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Brasília. Contou com a participação dos 10 finalistas e, também pela primeira vez na história do prêmio, teve o pronunciamento dos vencedores de cada categoria. O evento foi transmitido
pelo Canal da CBIC no YouTube
e pela plataforma do 92º ENIC.

A partir desta semana será divulgada a íntegra das entrevistas. Para conhecer mais sobre os projetos vencedores e examinar as potencialidades de inovações como estas serem predominantes em um futuro próximo, acesse o site do Prêmio.

A 23ª Edição do Prêmio CBIC de Inovação e Sustentabilidade integra o projeto “Inovação e Tecnologia”, realizado pela CBIC, por meio da sua Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat), com a correalização do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

*Artigos divulgados neste espaço são de responsabilidade do autor e não necessariamente correspondem à opinião da entidade.

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-Brusque
SECOVI- PB
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
Sinduscon-JP
Sinduscon-RO
Sinduscon-MT
Sinduscon PR – Noroete
Ademi – SE
Sinduscon-MS
Sinduscon-SM
Sinduscon-RN
Sinduscon-PA
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X