Logo da CBIC

CBIC`s Agency

11/07/2011

Sob novos limites

"Cbic"
11/07/2011 :: Edição  133

Jornal de Brasília/DF 09/07/2011

Sob novos limites

MINHA CASA, MINHA VIDA

 No DF, casa poderá custar no máximo R$ 63 mil e apartamento, R$ 65 mil
 O Ministério das Cidades publicou no Diário Oficial da União portaria com os novos valores máximos para a compra de imóveis por famílias de baixa renda por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida. Os maiores valores são para o Distrito Federal e as regiões metropolitanas do Estado de São Paulo, os municípios paulistas de Jundiaí, São José dos Campos e Jacareí.
 Nesses locais, um apartamento poderá custar, no máximo, R$ 65 mil e uma casa, R$ 63 mil.
 Com a publicação da portaria, poderão ser iniciadas as contratações da segunda fase do programa para a primeira faixa de renda (até R$ 1,6 mil por mês na área urbana e até R$ 15 mil anuais na zona rural). O valor médio das moradias a serem compradas pela famílias de baixa renda passou de R$ 42 mil para R$ 55 mil.
 A segunda fase prevê a construção de dois milhões de unidades habitacionais até 2014. Serão investidos R$ 125,7 bilhões. Essa etapa conta com melhorias nos projetos das casas e apartamentos, que deverão ter piso de cerâmica em todos os ambientes. Também haverá limite mínimo para o tamanho de portas e janelas, a fim de melhorar as condições de iluminação e de ventilação.
 A área das casas será de 39,6 metros quadrados e dos apartamentos deverá ser de 45,5 metros quadrados.
 REGRAS MAIS DIFÍCEIS
 Os técnicos do setor acreditam que as regras ficaram mais difíceis para os empreendedores desse segmento econômico. "Entre a obra pronta e a legalização se leva mais ou menos dois meses. Agora, a empresa também ficará responsável pela obra pronta por mais 60 dias depois do empreendimento legalizado. A necessidade desse prazo não ficou clara no texto e deve implicar em mais custos para as construtoras", observa Maria Henriqueta Alves, assessora técnica da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).
 _____________________
 SAIBA +
 O Programa Minha Casa Minha Vida, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), é um programa do Governo Federal realizado em parceria com os estados e municípios, gerido pelo Ministério das Cidades e operacionalizado pela Caixa Econômica Federal.
 Quem comprar imóvel na segunda fase do programa e quiser vendê-lo antes de quitar o financiamento pode ter a negociação anulada e ainda vir a perder a casa. A nova regra pune os dois lados envolvidos na operação de compra e venda. O objetivo é inibir os famosos contratos de gavetas, quando o mutuário compra uma moradia e deixa o financiamento no nome do primeiro titular

"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

No Events

Partners and Affiliations

Partners

 
ADIT Brasil
SECOVI-PR
Sinduscom-VT
Sinduscon – Vale
Ademi – PE
Sinduscon-AP
Sinduscon-SP
Sinduscon-SM
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
APEMEC
Sinduscon – Norte
Sinduscon-Vale do Itapocu
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X