Logo da CBIC

Agência CBIC

23/11/2016

SINDUSCON-RN E CAIXA SE REÚNEM PARA TRATAR DA RETOMADA DOS INVESTIMENTOS

Representantes do Sinduscon-RN se reuniram na última sexta-feira, no Ocean Palace, em Natal (RN), com funcionários da área de Habitação Nacional e da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal. O objetivo foi melhorar a qualidade do diálogo entre o setor da construção civil e a Caixa visando a retomada dos investimentos. O “Diálogo sobre Habitação com a Caixa Econômica Federal”, realizado sexta-feira (18/11), teve dois momentos, um almoço, às 13h, do qual participaram o governador Robinson Farias e o deputado federal Rogério Marinho, e depois a reunião, que foi aberta pelo governador e iniciou às 14h30. Os prefeitos de São Gonçalo do Amarante, Jaime Callado, e o prefeito eleito de Parnamirim, Rosano Taveira também marcaram presença. O governador Robinson Faria destacou a importância da construção civil para a geração de empregos e a segurança jurídica que existe no estado. “O setor de licenciamento hoje é parceiro do setor produtivo”, disse, acrescentando que o RN é um dos estados do Nordeste que emite licenças com maior rapidez. Conduzida pelo presidente e vice-presidente do Sinduscon-RN, Arnaldo Gaspar Júnior e Larissa Dantas, a reunião contou com participação do vice-presidente de habitação da Caixa, Nelson de Souza, do vice-presidente da área de Riscos, Fábio Soares, do superintendente de Habitação (RN), André Fonseca, do superintendente regional (RN), Carlos Antônio Araújo, e a gerente regional para a construção civil (RN), Isabel do Vale. O vice-presidente de habitação da Caixa, Nelson de Souza, fez uma explanação sobre o desempenho da Caixa nos últimos quatro anos, mostrando números sobre valores investidos, os resultados e esclareceu sobre as principais alterações nos programas de financiamento imobiliário. Nelson de Souza deu uma boa notícia para os empresários: do orçamento disponível para investimento em habitação este ano, R$ 90 bilhões, a Caixa repassou R$ 67 bilhões. Resta, portanto, para aplicar até o final de 2016 R$ 26 bilhões. Souza esclareceu, contudo, que existe tramitando na CEF propostas suficientes que chegarão a esses 26 bilhões.  Para 2017, há a previsão na Faixa 1 de contratação de 100 mil unidades habitacionais na modalidade MCMV – Empresas, 35 mil unidades no MCMV – Entidades Urbanas e 35 mil unidades no MCMV – Entidades Rurais, além da contratação de mais de 400 mil unidades habitacionais distribuídas entre as Faixas 1,5, 2, e 3, em todo território nacional.

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-DF
Sinduscon-TO
Ademi – PR
SECOVI-SP
Sinduscon-Pelotas
Sinduscon-TAP
SINDUSCON – SUL
Sinduscon-SP
Sinduscon – CO
Abrainc
ADEMI-AM
Sinduscon-RS
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X