Logo da CBIC

CBIC`s Agency

18/08/2017

Setor da Construção realiza Dia Nacional da Construção Social neste sábado em 31 localidades e promove ato cívico em favor de mudanças necessárias para o País

Com a campanha “Minhas Escolhas, Meu País”, setor assume protagonismo na defesa de valores e princípios éticos para uma sociedade mais justa, humana e sustentável 

O setor da construção realiza simultaneamente neste sábado (19/08) em 31 localidades do País a 11ª edição do Dia Nacional da Construção Social (DNCS), maior evento de Responsabilidade Social da indústria da construção brasileira. A abertura oficial do evento será conduzida pelo presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, em Curitiba (PR). Em dez anos, o Dia Nacional, que tem demonstrado a força da construção civil e o compromisso do setor em construir um mundo melhor, já prestou mais de 3,6 milhões de atendimentos a cerca de 730 mil trabalhadores e familiares. O tema da campanha deste ano é “Minhas Escolhas, Meu País”. Seu objetivo é mostrar à sociedade que a construção civil assumiu o papel de protagonista na defesa de valores e princípios éticos que sejam capazes de contribuir para a construção de uma sociedade mais justa, mais humana, mais sustentável. “A construção civil tem feito diversos movimentos nessa direção, entre eles, apoiado a aprovação de reformas estruturantes e medidas que tragam segurança jurídica e induzam a recuperação da economia brasileira. É assim que vamos gerar emprego e renda para o nosso trabalhador”, destaca Martins.

Promovida pela CBIC, por meio do seu Fórum de Ação Social e Cidadania (Fasc), e pelo Sesi Nacional, com apoio especial do Seconci Brasil, a ação de mobilização da indústria da construção é destinada à promoção do conceito de responsabilidade social empresarial, com serviços gratuitos dedicados exclusivamente aos trabalhadores do setor e seus familiares nas áreas de saúde, lazer, cidadania e educação. “Cuidar do nosso trabalhador é a nossa missão e fazemos isso com muito empenho para que ele se sinta valorizado e motivado a trabalhar na construção do nosso Brasil”, diz Martins.

Localmente o evento é realizado pelos Sindicatos das Indústrias da Construção (Sinduscons), em parceria com os Sesis locais e conta com o apoio do Serviço Social da Indústria da Construção Civil (Seconcis). No Dia nacional da Construção Social de 2017, o setor fará um ato cívico em defesa do combate à corrupção e à retomada do crescimento econômico. Será ressaltada a contribuição do Congresso Nacional para a aprovação da Reforma Trabalhista, que fará uma revolução positiva no mercado de trabalho. “Ela atualiza a CLT, mantendo direitos do trabalhador e criando condições para dinamizar a geração de empregos. Além disso, protege o trabalhador, estimula maior formalidade e dá segurança ao empresário para oferecer mais benefícios a seus contratados”, menciona Martins, destacando entre as maiores conquistas da nova legislação trabalhista o reconhecimento legal do negociado sobre o legislado e a melhoria das regras da terceirização.

A campanha deste ano pretende conscientizar o cidadão trabalhador da indústria que “a cada escolha que faz tem impacto na sociedade e no país que está escolhendo e que deseja viver”, reforça a presidente do Fasc/CBIC, Ana Claudia Gomes.

Importância do Dia Nacional da Construção Social

Aguardado com muita expectativa pelos trabalhadores e familiares, o Dia Nacional da Construção Social já integra o calendário anual do setor da construção com ampla programação. A cada nova edição são propostas ações diversificadas de acordo com as condições e demandas de cada localidade participante.

Apesar do momento de crise profunda pelo qual o País passa, mais uma vez houve forte adesão dos empresários da construção em todo o país ao DNCS 2017,que será realizado em Anápolis (GO), Cuiabá (MT), Maceió (AL), Salvador (BA), Fortaleza (CE), São Luís (MA), Natal (RN), Mossoró (RN), Parnaíba (PI), João Pessoa (PB), Rio Branco (AC), Macapá (AP), Boa Vista (RR), Belém (PA), Manaus (AM), Belo Horizonte (MG), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Rio de Janeiro (RJ), Volta Redonda (RJ), Cascavel (PR), Curitiba (PR), Londrina (PR), Maringá (PR), Capão da Canoa (RS), Pelotas (RS), Santa Cruz do Sul (RS), Santa Rosa (RS), Blumenau (SC), Brusque (SC) e Joinville (SC).

“O Dia Nacional é um dia onde a construção civil se faz presente numa ação de cidadania, mostrando a importância da construção civil para a sociedade brasileira”, menciona André Montenegro de Holanda, presidente do Sinduscon-CE, entidade que participou de todas as edições do DNCS e realizará neste sábado a 11ª edição do Dia Nacional em Fortaleza (CE).

“O Dia Nacional é uma oportunidade de pensar no objetivo comum de um setor fortalecido. Em uma união que pode fazer com que a gente consiga superar as adversidades econômicas. É um momento que traz à luz toda a responsabilidade, o bem comum, o bem maior para o setor”, diz Alex Dias Carvalho, presidente do Sinduscon-PA, que realizará a 3ª edição do DNCS em Belém (PA).

“O Dia Nacional, mais do que tudo, é acreditar na força de trabalho. Ele tem um viés social muito importante, além de ser uma grande confraternização. Apesar das dificuldades, a gente continua tendo o compromisso social com os nossos funcionários. Notícias boas que acontecem não são dadas por que a gente deseja, mas porque a gente realiza. Então isso é a realização de uma coisa boa, um alento”, ressalta Sérgio Luiz Crema, presidente do Sinduscon-PR, entidade que também realizará a 11ª edição do evento em Curitiba (PR).

“O Dia Nacional é um dos eventos mais importantes da construção civil. É uma grande realização para os nossos colaboradores. Uma prestação de serviços nas áreas de saúde, lazer, cidadania. Os trabalhadores e seus familiares saem do evento muito felizes, o que acaba sendo comentado durante todo o ano”, diz Júlio Flávio Campos de Miranda, presidente do Sinduscon-MT. Em Cuiabá, será a 9ª edição do DNCS. A expectativa é de que o evento reúna cerca de 4 mil pessoas.

“O Dia Nacional é um momento de reunir os nossos parceiros, funcionários e seus familiares. Oportunidade para demonstrar que o setor está ativo, apesar de ter perdido um grande contingente de mão de obra. Uberlândia lançou 37% empreendimentos a mais que no ano passado. Mostrar que estamos confiantes no mercado imobiliário, apesar das dificuldades. Empresário não quer demitir, empresário quer contratar, quer gerar emprego e renda”, diz Pedro César Spina, presidente do Sinduscon-TAP, que realizará neste ano a 4ª edição do DNCS, em Uberândia (MG).

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

No Events

Partners and Affiliations

Partners

 
Sicepot-RS
SECOVI- PB
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
SECONCI BRASIL
Sinduscon – CO
Sinduscon-SP
Ademi – ES
ASEOPP
ASSECOB
ADEMI – BA
FENAPC
Sinduscon-Pelotas
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X