Logo da CBIC

Agência CBIC

20/03/2020

Serviço social da construção toma medidas para enfrentar o Covid-19

Atendendo às recomendações do Ministério da Saúde para enfrentar a pandemia do coronavírus (Covid-19), o Serviço Social da Construção Civil de São Paulo (Seconci-SP) decidiu, a partir de ontem (18), atender os casos de urgência/emergência, com equipe médica preparada para orientar e encaminhar os casos suspeitos de coronavírus às unidades de referência.

Confira as demais medidas:

Atendimento assistencial

  • Atender os casos de urgência/emergência (médicos e odontológicos), com equipe médica preparada para orientar e encaminhar os casos suspeitos de coronavírus às unidades de referência
  • Suspender até 17 de abril as consultas médicas, odontológicas e de fisioterapia
  • Por serem invasivos, os exames de espirometria, fibronasoscopia e endoscopia digestiva estão suspensos nesse período

Saúde e segurança do trabalho

  • Atender os exames admissionais, demissionais e de retorno ao trabalho
  • Suspender os exames periódicos e de mudança de função até 17 de abril
  • Cancelar os treinamentos e as palestras internas e in company da Engenharia de Segurança do trabalho nesse período
  • Adiar as medições quantitativas nos locais de trabalho. As equipes dessa área continuarão realizando as tarefas administrativas e estarão disponíveis por telefone.

As medidas poderão ser reavaliadas em função da evolução da dispersão do coronavírus.

No entanto, os trabalhadores com febre, coriza, tosse, dor de garganta intensa e dificuldade de respirar devem ser encaminhados diretamente às unidades de saúde de referência. 

 

Orientações e esclarecimentos

O Seconci-SP deu início a uma campanha massiva de informação e esclarecimentos às empresas contribuintes, direcionada aos trabalhadores da construção civil, funcionários administrativos, prestadores de serviços e familiares.

Um Comunicado Urgente foi enviado a todas as empresas em 16 de março, com os principais sintomas da doença e as recomendações para as medidas de prevenção.

A entidade divulgou em 17 de março um cartaz conjunto com o Sindicato da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) com as mesmas recomendações, para ser afixado nas obras e nos escritórios. A arte do cartaz foi disponibilizada às contribuintes do Seconci-SP e às associadas do SindusCon-SP.

Paralelamente, o Seconci-SP está produzindo um vídeo didático, que também será disponibilizado às empresas, com essas informações, para reprodução nos canteiros de obras e escritórios.

 

Serviço social da construção reforça importância da alimentação saudável

Diante do aumento crescente de casos de contaminação pelo novo coranavírus (Covid-19), a nutricionista do Seconci-SP), Herika Sotero, alerta que alimentação saudável e balanceada é fundamental para o aumento da imunidade, ainda que não anule o risco de contágio.

“A nossa imunidade não se forma em apenas uma ou duas semanas. Para que o sistema imunológico funcione de forma adequada é preciso manter uma rotina alimentar balanceada. Não adianta adotar uma dieta saudável apenas em períodos como esse. Tem que se tornar um hábito”, explica a nutricionista. “Em momentos de crise é muito comum que dietas milagrosas se popularizem na internet. Não podemos cair nesse tipo de armadilha, a alimentação saudável deve ser constante”, completa.

Outra forma de prevenção é fazer a higienização correta dos alimentos. “Carnes mal passadas e peixes crus devem ser evitados; já os vegetais precisam ser bem lavados. Além disso, os utensílios para o manuseio de alimentos devem sempre estar limpos”, alerta a especialista.

 

Refeições recorrentes e variadas fortalecem a imunidade

O consumo de alimentos como arroz, pães, batatas e mandioca, três vezes ao dia, auxilia no balanceamento dos carboidratos. Em relação às verduras e legumes, fontes de diversos minerais bem como de vitaminas A, E e K, o ideal é ingerir um tipo de verdura e dois tipos de legumes no almoço e jantar. “Podem ser combinações de couve refogada, abobrinha e chuchu ou então alface, tomate e cenoura ralada”, comenta a nutricionista.

Em relação ao consumo de feijão e outros grãos, a recomendação é incluí-los em uma ou duas refeições por dia – no almoço e jantar, por exemplo. Já a carne vermelha, o frango, o peixe e os ovos também podem ser consumidos duas vezes ao dia e são fontes de proteína, zinco e vitamina D. As frutas devem ter uma recorrência de três a cinco vezes ao dia, enquanto leites, queijos e iogurtes, de duas a três vezes. Esse último grupo é rico em proteínas e cálcio, que são fundamentais para fortalecer o sistema imunológico.

Vale ressaltar que as frutas são fontes das mais diversas vitaminas que ajudam a manter o bom funcionamento do sistema imunológico. Cada grupo contém uma vitamina especifica. Frutas alaranjadas como o mamão, por exemplo, são fontes de vitamina A, enquanto frutas cítricas são ricas em vitamina C.

 

Hidratação é fundamental

Outra medida importante é aumentar o consumo de água. O ideal é beber, no mínimo, 2 litros por dia. Caso a pessoa faça algum tipo de esforço físico e tenha muito contato com o sol, é preciso repor ainda mais líquido. A água de coco pode ser uma boa fonte de hidratação, bem como sucos naturais. Também vale recorrer a um mix de sucos de frutas como laranja com acerola e até mesmo colocar vegetais como a couve e a beterraba.

 

Pacientes em recuperação

“Pensando em pacientes em recuperação da doença, é importante fazer três refeições ao dia – café, almoço e jantar – e, se possível, incluir um lanche entre as duas últimas refeições do dia, ainda que eles não tenham apetite”, orienta Herika. Para superar a falta de vontade de comer, é preciso encontrar alimentos que sejam facilmente tolerados pelo corpo como sopa de legumes e sucos verdes enriquecido com frutas.

É comum que os infectados pelo Covid-19 apresentem sintomas como diarreia. Nesse período, a atenção com a higiene tem de ser redobrada, bem como a hidratação – repositores hidroeletrolíticos, também conhecidos como isotônicos, suplementos destinados a repor a água e os eletrólitos perdidos com o suor, podem ser uma boa opção. Tubérculos como a mandioca e inhame, e frutas como a maçã auxiliam no reestabelecimento do intestino. Diminuir a gordura utilizada no preparo dos alimentos e optar por alternativas naturais é fundamental durante a recuperação.

A iniciativa integra o Mapeamento de Boas Práticas em Responsabilidade Social no setor da construção durante a pandemia do coronavírus e é parte integrante do ‘Projeto Responsabilidade Social e a Valorização do Trabalhador’, realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em correalização com Serviço Social a Indústria (Sesi Nacional).

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Julho/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

28Jul16:0018:00Oportunidades de concessão em saneamento.16:00 - 18:00 Virtual - Via Zoom

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-RO
Sinduscon-SM
SINDUSCON SUL CATARINENSE
Sinduscon-AP
Sinduscon-RS
Sinduscon – Grande Florianópolis
Sinduscon – Vale do Piranga
Sinduscon-Norte/PR
Ademi – DF
Sinduscon-AC
Sinduson – GV
Sinduscon-Vale do Itapocu
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
yabancı film izle Tekne Kiralama betboo karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet vaporesso vdcasino vdcasino giriş vdcasino sorunsuz giriş vdcasino yeni giriş betpark giriş betgaranti kolaybet diyarbakır escort escort istanbul istanbul escort bayan
X