Logo da CBIC

AGÊNCIA CBIC

30/08/2023

Seminário Sinapi recebe demandas de Santa Catarina

Nesta quarta-feira (30), a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Florianópolis (Sinduscon-Florianópolis) promoveram a 54ª edição do Seminário Técnico de Revisão do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil – Sinapi: Metodologia e Aplicação.

O evento, destinado ao atendimento das demandas da região de Santa Catarina, foi conduzido pelo consultor da CBIC, Geraldo de Paula, e contou com a correalização do Senai Nacional, além de apoio da Caixa Econômica Federal e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

De acordo com Geraldo de Paula, o evento promovido pela CBIC tem aproximado os orçamentistas que atuam utilizando o Sinapi e que realizam as concorrências e contratações de novos empreendimentos. Essa troca de informações permite que o setor conheça a metodologia utilizada pelo IBGE e sejam sanadas dúvidas tanto com a equipe do Instituto quanto da Caixa, apontou.

Para o presidente do Sinduscon-Florianópolis, Marco Aurélio Alberton, o seminário foi importante por destacar as principais informações e resultados do processo de revisão do Sinapi, uma ferramenta muito utilizada por toda a indústria da construção. “O Sinduscon-Florianópolis está à disposição de todos para que possamos colaborar sempre com a indústria legal do setor da construção”, comentou. 

Emerson Leal Rocha, da Superintendência Nacional Rede Executiva de Governo, destacou que o evento é o momento em que a equipe técnica envolvida no Sinapi apresenta as atualizações e faz esclarecimentos a respeito do sistema. “Este é um momento de debater e recolher as contribuições do setor empresarial da construção, que são os principais usuários do sistema”, apontou. 

Iniciando o terceiro ciclo de definição das composições de serviço, o superintendente destacou que a equipe de trabalho no Sinapi está em constante revisão e atualização, sempre buscando espelhar a realidade das obras da construção civil no Brasil. 

O debate técnico permite que sejam tratados pontos específicos sobre a metodologia e as referências que o sistema utiliza, apontou o gerente nacional da GEPAD da Caixa, Alexandre Honório. “Ouvir as críticas e sugestões do mercado é fundamental para o aprimoramento contínuo da ferramenta”, afirmou. 

O coordenador da área de índice de preços do IBGE, Gustavo Vitti, destacou que o Sinapi conta com abrangência geográfica das 27 unidades da Federação e a equipe está sempre em busca de uma amostra representativa e robusta, obtendo os preços de referência importantes para os principais usos do Sinapi. 

A apresentação sobre a metodologia do IBGE foi realizada pelo representante do Sinapi do IBGE, Augusto Oliveira, e as dúvidas quanto ao acesso aos documentos do Sinapi e o papel do orçamentista foram sanadas pela coordenadora de projetos matriz da Caixa, Iris Luna e pela coordenadora de Projetos da Caixa, Juliana Cunha Cardoso Mustafa Vieira. 

Clique aqui e assista o debate na íntegra. 

O tema tem interface com o projeto “Melhoria da Competitividade e da Segurança Jurídica para Ampliação de Mercado na Infraestrutura”, da Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da CBIC, em correalização com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

COMPARTILHE!

Julho/2024

Parceiros e Afiliações

Associados

 
Sinduscom-VT
Sinduscon-Brusque
Sinduscon-PR
Sinduscon-JF
Sinduscon-SE
APEOP-SP
ADEMI – BA
Sinduscon-PB
Associação Nacional de Correspondentes Caixa Aqui
ASEOPP
Sinduscon-Caxias
Sinduscon-AL
 

Clique Aqui e conheça nossos parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 

Parceiros

 
Multiplike
Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea