Logo da CBIC

Agência CBIC

15/08/2014

Posse CBIC – Discurso Paulo Safady Simão – Ex-presidente

Prezados (cumprimentos)

Uma saudação especial a dois grandes amigos – Juan Ignácio Silva, presidente da FIIC e a Manuel Vallarino, que hoje preside a CICA.
 
Sejam muito bem vindos ao nosso país, e obrigado pela amizade e parceria que desenvolvemos ao longo dos últimos 11 anos. Foram momentos muito ricos e agradáveis que vivenciamos em benefício das boas causa da construção em nosso  continente. Um abraço também às suas esposas – Maria Fernanda e Emily, que os acompanham e também ao amigo Gustavo Masi e a querida Leti, do Paraguai, que também prestigiam este evento.

Caros amigos e amigas,

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer ao nosso querido presidente Adalberto Valadão, pelo gesto desprendido de carinho e amizade que teve, ao me conceder o privilégio de ocupar esta tribuna, mesmo não sendo mais a pessoa, de fato, responsável pela passagem do cargo. Muitos se lembram que renunciei ao meu mandato em 3 de junho passado, para cumprir legislação eleitoral.

Tendo ocupado a honrosa presidência da CBIC por 11 anos, entenderam, ele e o Zé Carlos, que seria justo que eu me dirigisse a esta prestigiosa e qualificada platéia para falar um pouco sobre minha passagem por tão importante cargo. Prometo ser bem breve.
A presidência da CBIC foi o coroamento de uma longa carreira de representação sindical empresarial que começou efetivamente em 1983, quando assumimos a diretoria do SINDUSCON de MG.

Daí em diante tive a oportunidade de participar ativamente da direção de várias entidades empresariais, em meu estado, no país e até mesmo no exterior.

Mas foi aqui mesmo em Brasília, a frente da CBIC, que tive a grande chance de minha vida, de prestar ao meu país, através do setor da indústria da construção e do mercado imobiliário, uma contribuição efetiva e determinada, que trouxe grandes benefícios ao setor e mais importante, para milhões de cidadãos brasileiros.

Por isso, quero agradecer a todos aqueles, que direta ou indiretamente me ajudaram nesta caminhada de 11 anos, e que não foram poucos. As diretorias dos quatro mandatos, as entidades associadas, os empresários de todo o Brasil, os funcionários, os parceiros de toda a cadeia produtiva da construção, os parceiros públicos, das três esferas de governo e dos três poderes da República, e tantos outros. Muitos estão hoje aqui presentes, numa demonstração de prestígio desta Câmara e de seus componentes.

Se eu pudesse resumir em poucas palavras o período no qual estive a frente da CBIC, eu diria que foi um tempo onde prevaleceu o diálogo, a parceria, o equilíbrio e o bom senso.

Unidos e bem focados, conseguimos mobilizar todos os companheiros de todos os cantos do país, e realizar as nossas tarefas e missões.

Poderíamos enumerar algumas delas, em função de seu grau de importância.

Tudo começou em outubro de 2013, com os trabalhos que levaram à edição do novo marco regulatório do mercado imobiliário, a LEI 10.931 e derivados, que revolucionou este importante segmento da economia.

Em seguida, num projeto ambicioso que conduzimos através da UNC- União Nacional da Construção, um movimento que reuniu toda a cadeia produtiva da indústria da construção, e que propunha uma série de ações, principalmente na área de infraestrutura, que tinha como objetivo, alcançar metas bem ousadas para o país, ao final de seu ciclo de produção. Este projeto foi apresentado ao governo no segundo semestre de 2006 e certamente foi uma contribuição importante do setor para a criação do PAC em 2007.

Desenvolvemos o PIT- Programa de Inovação Tecnológica do setor, e paralelamente, o projeto de Construção Sustentável. Ambos muito oportunos e importantes. Iniciativas que buscam colocar o nosso setor na modernidade.

Tivemos uma atenção especial com o programa de moradia popular, primeiro com o projeto Moradia Digna, do qual participaram todos os atores direta ou indiretamente interessados no tema e depois o programa Minha Casa, Minha Vida, um dos mais criativos e eficientes que já foram criados, e para o qual demos contribuições bem relevantes.

Infelizmente tivemos pouco êxito em algumas de nossas ações.
A área de saneamento, por exemplo, onde não conseguimos grandes avanços, nem mesmo no convencimento a respeito do projeto Sanear é Viver, que ainda consideramos a idéia mais criativa para este setor.

Ou mesmo os avanços na correção dos absurdos e abusos na área trabalhista, que muito tem prejudicado os diversos setores produtivos do país.

 E mais genericamente, as poucas alterações nos excessos de burocracia que envolve toda a sociedade, e em especial o ambiente geral de negócios. Pela primeira vez conseguimos quantificar este indesejável ônus para o setor imobiliário, que demonstrou que o cidadão brasileiro paga em média, 12 % do preço do imóvel, somente com o excesso de burocracia que acompanha cada etapa do processo de produção de uma obra.
Mas estas e outras questões , agora  estarão sob o comando competente e dedicado do José Carlos, a quem desejamos muita sorte.

E por falar no José Carlos, gostaria de fazer um agradecimento especial a este grande amigo, que foi literalmente a minha grande escora ao longo de quase todos os meus mandatos.

O Zé- o profissional, o trabalhador incansável, o homem dedicado, o bom administrador, etc, todos já conhecemos e aprendemos a admirar.

Ma o Zé que quero aqui saudar, é o amigo; o verdadeiro parceiro de todas as  horas, em especial as ruins e de mau humor e desânimo; o conselheiro ponderado; o observador; o cidadão correto e consciente de suas enormes responsabilidades; enfim, o Zé que tive a oportunidade de conhecer no dia a dia, especialmente nos bastidores, quando muitas vezes a  sós, tomávamos decisões difíceis e algumas vezes na contramão da opinião que naquele momento prevalecia entre a maioria de nossos companheiros, mas que nós dois, por razões diversas  sabíamos que não eram as mais recomendáveis para o setor e para o país.

Obrigado por tudo José Carlos, e que você tenha, junto com toda a sua equipe de colaboradores- que você escolheu com tanto zelo e tanta competência, todo o sucesso do mundo a frente desta maravilhosa e respeitável entidade que é a CBIC, que dirige os destinos da indústria da construção e do mercado imobiliário a nível nacional e internacional.

E muito obrigado a todos os companheiros, de todo o Brasil, que sempre me apoiaram e continuam me apoiando, agora, a enfrentar outras missões importantes de minha vida de cidadão brasileiro.

Muito obrigado,

Paulo Simão

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Outubro/2020

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

29Out17:0018:30Quintas da CBIC: Cidadania e desenvolvimento: O futuro dos municípios17:00 - 18:30 Via Zoom

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-RS
Sinduscon Anápolis
Sinduscon-Extremo Oeste
Sinduscon Sul – MT
Sindicopes
Sinduscon-Pelotas
Sinduscon-CE
Sinduscon-RN
Sinduscon-Teresina
Sinduscon-Brusque
SINDUSCON – SUL
Sinduscom-VT
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X