Logo da CBIC

Agência CBIC

20/05/2022

Pesquisa da CBIC sobre aumento de insumos é destaque no jornal Valor Econômico

O jornal Valor Econômico destacou a pesquisa realizada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), feita com mais de 200 empreiteiras de diferentes regiões, na qual constatou três pontos de atenção relacionados ao aumento de insumos: impacto financeiro, ritmo de execução das obras e demissões. O enfoque no reequilíbrio econômico fez parte da pauta e apontou o apoio de concessionárias de rodovias e construtoras de obras públicas.

A pesquisa mostra que apenas 26% das construtoras conseguiram atravessar o período entre janeiro de 2021 e abril de 2022 sem demissões. Dois terços (66,5%) afirmam ter diminuído as atividades nos canteiros e 11% chegaram a paralisar seus serviços. Pouco menos da metade (41,5%) relata prejuízo de até 40% nos contratos – déficit entre os valores recebidos de governos e os valores gastos na execução das obras públicas contratadas.

A matéria ainda trouxe entrevista com o presidente da Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da entidade, Carlos Eduardo Lima Jorge. “Os aumentos “excessivos e imprevisíveis” nos preços de insumos tornam urgente uma repactuação dos contratos com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e os Estados”, disse.

No início deste mês, a CBIC e a Associação Nacional das Empresas de Obras Rodoviárias (Aneor) protocolaram no DNIT um ofício pedindo formalmente, “em caráter de urgência”, uma solução para o desequilíbrio dos contratos. Elas defendem duas medidas: alteração do mês-base dos contratos e revisão na periodicidade dos reajustes.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui

*Com informações do Valor Econômico

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduson – GV
Ademi – RJ
Sinduscon-JF
Sinduscon-BA
Sinduscom-NH
Sinduscon-PA
Sinduscon-GO
Sinduscon-Teresina
ASEOPP
Sinduscon – Norte
Sicepot-RS
Sinduscon-PR
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC