Logo da CBIC

CBIC`s Agency

20/06/2014

Para construtoras, posição de sem-teto 'só pode ser política'

"Cbic"
20/06/2014

Folha de S. Paulo

Para construtoras, posição de sem-teto 'só pode ser política'

DE SÃO PAULO

Sindicato diz que sugestões do setor imobiliário ao Plano Diretor foram 'públicas e transparentes'

Estimativas oficiais indicam que existe um deficit de até 400 mil moradias populares na cidade de São Paulo

O setor imobiliário reagiu ao protesto dos sem-teto dizendo não haver lógica no posicionamento do movimento –que nesta quarta-feira (18) cercou a sede do Secovi (sindicato das construtoras), na zona sul de São Paulo.

"Quem pode acelerar ou atrasar a aprovação do Plano Diretor são apenas os próprios vereadores", disse à Folha  Cláudio Bernardes, presidente da entidade. "O setor não tem nada a ver com essa tramitação", afirmou.

O posicionamento apresentado pelos movimentos por moradia, na avaliação dele, "só pode ser político".

O dirigente do sindicato da habitação rechaça as críticas dos líderes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto), que questionam a influência do setor na Câmara e afirmam que as construtoras só fazem especulação imobiliária na cidade.

"Todas as nossas sugestões ao Plano Diretor foram públicas e transparentes. Nós procuramos ajudar a cidade, em 68 anos de história, a produzir habitações para toda a população. Inclusive as moradias de interesse social."

PRESSÃO POPULAR 

 Um dos desafios do Plano Diretor apresentado pela gestão Fernando Haddad (PT) ao Legislativo é reduzir a pressão social por moradias populares na capital.

Estimativas oficiais indicam que existe um deficit de até 400 mil unidades em São Paulo. Por isso, o atual texto aumentou em 23% o números de áreas reservadas para a moradia social.

O grande embate entre o poder público e o setor imobiliário, nos últimos anos, tem sido encontrar uma forma economicamente viável para que habitações populares possam ser feitas.

O Plano Diretor prevê uma grande quantidade de moradias desse tipo na área central da cidade, onde o valor do terreno é alto.

Um dos instrumentos previstos para viabilizar as zonas sociais é a chamada cota de solidariedade.

Por meio dela, os grandes empreendedores poderão doar áreas para moradia social em troca de benefícios.

O Plano Diretor foi aprovado em primeira votação pelos vereadores no final de abril. Agora, precisa passar pelo segundo aval da Câmara antes de ir para a sanção de Haddad.

(EDUARDO GERAQUE) 

 


 
"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

26oct10:0011:30Webinar - Ciclo de Debates Regionais - Nova Lei Geral do Licenciamento Ambiental – Região Sudeste10:00 - 11:30 Via Zoom

Partners and Affiliations

Partners

 
Sinduscon-PB
SINDUSCON – SUL
Sinduscon-Pelotas
Sindicopes
Ademi – AL
Ademi – RJ
Sinduscon-RR
ADEMI-AM
Sinduscon-SP
Sinduscon PR – Noroete
Sinduscon-Caxias
SECOVI- PB
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X