Logo da CBIC

AGÊNCIA CBIC

05/06/2023

Para CBIC, atenção com meio ambiente é pauta urgente para o setor

Nesta segunda-feira (5), é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A temática tem ganhado cada vez mais espaço na construção pela responsabilidade do setor neste cenário. A atuação da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) tem dado cada vez mais destaque às temáticas envolvendo meio ambiente e sustentabilidade. Prova disso, a entidade conta com uma comissão específica para assuntos desta natureza.

A Comissão de Meio Ambiente (CMA) da entidade coordena e desenvolve ações destinadas a disseminar iniciativas que promovam a sustentabilidade no setor, principalmente no que se refere ao estímulo às boas práticas e alinhamento diante dos principais acordos e agendas internacionais ambientais. 

O presidente da CMA, Nilson Sarti, destacou que a CBIC tem trabalhado fortemente na pauta de redução de emissões de carbono dentro do setor, a descarbonização, além do  apoio ao aperfeiçoamento das legislações ambientais, a promoção de novas tecnologias, como a construção com madeira, utilizando materiais que captam carbono.

“Em 2025 teremos a COP 30 no Brasil e precisamos nos preparar muito nesse período para colocar as pautas certas.  São muitos os desafios, mas estamos firmes e fortes para vencê-los”, apontou. 

A entidade promove também o projeto O Futuro da Minha Cidade, que trabalha a relação com a comunidade e seu empoderamento em torno da gestão urbana. A CBIC ainda atua na produção de materiais técnicos orientativos, que se tornam referência, como gestão de recursos hídricos, energias renováveis e manuais técnicos de desempenho de edificações. 

COP 30 em Belém (PA)

Em 2025, a cidade de Belém, no Pará, foi escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU) para receber o evento ambiental mais importante do mundo, a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP). Pela primeira vez no Brasil, a COP 30 contará com o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que deve destinar R$ 5 bi para preparação do município sede do encontro. 

O presidente do Sinduscon Pará, Alex Carvalho, apontou a responsabilidade redobrada de fazer com que a indústria da construção contribua ainda mais com projetos, obras e serviços de engenharia com o viés da sustentabilidade ambiental. Para ele, atuar em sintonia com a preservação ambiental é demonstrar que o setor está sintonizado com a inovação, com o futuro, com a geração de empregos de forma racional e, acima de tudo, com a construção de empreendimentos que garantam melhor qualidade de vida para as pessoas.

“Aqui em Belém tentamos reproduzir, por iniciativa da CBIC, modelos já consagrados em outras outras capitais, como a parceria com a International Finance Corporation (IFC), braço do Banco Mundial, para que tenhamos regramentos urbanos, leis que estimulem a produção de empreendimentos certificados ambientalmente, com eficiência energética, com contribuições valorosas para redução de emissão de carbono, com utilização de materiais que possam ser extraídos da natureza de forma responsável”, listou.  

“Este é um papel que o nosso setor assumiu e este compromisso fica reforçado no dia de hoje e que nós, em 2025, possamos receber o mundo em Belém e que aqui tenhamos construções que possam dar a clara percepção de que nós nos inserimos no contexto da sustentabilidade ambiental”, concluiu. 

O tema tem interface com o projeto “Cenários e Transição para uma Economia da Indústria da Construção de Baixo Carbono”, da Comissão de Meio Ambiente (CMA) da CBIC, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

COMPARTILHE!

Agenda da Construção

Setembro/2023

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sindicopes
Ademi – AL
Sinduscon-Norte/PR
Ascomig
SECONCI BRASIL
Sinduscon – Norte
Sinduscon – Vale
Sinduscon-JF
Sinduscon-DF
Sinduscon-PLA
Sinduscon-BA
Sinduscon-MA
 

Clique Aqui e conheça nossos parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC