Logo da CBIC
24/11/2020

Obras não registram aumentos de casos de Covid-19

Apesar do crescimento do número de casos de Covid-19 no Estado de São Paulo e no país, os canteiros de obras continuam registrando um percentual ínfimo de suspeitos e confirmados da doença. Os dados são da 28ª Pesquisa ‘Conhecendo as Ações das Construtoras Paulistas no Combate à Covid-19’, realizada semanalmente pelo Sindicato da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo (Seconci-SP).

Os casos suspeitos oscilaram de 0,09% para 0,08% do número de trabalhadores; e os confirmados se mantiveram em 0,04%.

De acordo com os presidentes do SindusCon-SP, Odair Senra, e do Seconci-SP, Haruo Ishikawa, o aumento geral de casos no país motiva a indústria da construção a ter um cuidado redobrado em suas atividades.

“Neste cenário preocupante, precisamos manter o rigor nas medidas de prevenção para preservar a saúde nos canteiros. Não podemos descuidar das medidas básicas de medição de temperatura antes do ingresso, e de higienização constante das mãos, ferramentas e Equipamentos de Proteção Individual. Devemos orientar permanentemente sobre a necessidade de afastamento na obra e na área de vivência, e o uso e descarte corretos de máscaras”, recomendam Senra e Ishikawa.

Nesta 28ª rodada, foram obtidas respostas de 41 empresas, responsáveis por 520 obras, envolvendo 34.580 empregos diretos e terceirizados, de 12 a 18 de novembro.

Principais resultados da 28ª Pesquisa:

  • 0,08% afastados por suspeita de Covid-19;
  • 0,04% afastados por confirmação da doença;
  • 516 obras em andamento e 4 paradas;
  • 98% do pessoal estão em atividade;
  • 100% das empresas adotam medição de temperatura e higienização das mãos, dão orientações diárias sobre prevenção, e higienizam e realizam demarcações em áreas de vivência;
  • 98% fornecem máscaras para o transporte, orientam sobre limpeza dos Equipamentos de Proteção Individual e afixam informativos impressos sobre a Covid-19 nos locais de circulação;
  • 93% fornecem máscaras para utilização na obra, realizam limpeza de EPIs e ferramentas e instituem horários escalonados para entrada, saída e refeições;
  • 88% realizam outras práticas para a prevenção da contaminação entre os trabalhadores e a comunidade e distribuem informativos eletrônicos de orientação.

Os presidentes do SindusCon-SP e do Seconci-SP reafirmam o convite para mais empresas com obras no Estado de São Paulo participarem das próximas rodadas da pesquisa; basta enviar um e-mail para pesquisacovid-19@seconci-sp.org.br e o Seconci-SP entrará em contato para incluir a construtora na enquete. As entidades garantem sigilo absoluto sobre as informações prestadas.

Veja os relatórios completos das rodadas pesquisa:

Cinco últimas

19ª à 23ª

13ª à 18ª

7ª à 12ª

Seis primeiras

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Ademi – RJ
SINDUSCON SUL CATARINENSE
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
Sinduscon-SM
Sinduscon-RR
ASEOPP
Sinduscon-RS
Sinduscon – Vale
Sinduscon-DF
Sinduscon-PR
Sinduscon-RO
SECOVI- PB
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X