Logo da CBIC

Agência CBIC

12/08/2020

Novo Selo Casa Azul + Caixa é apresentado a empresários da construção

As melhorias realizadas no Selo Casa Azul + Caixa, as vantagens da certificação e os principais desafios enfrentadas pelas empresas do setor da construção na sua obtenção foram foco do ‘Diálogos CBIC’ desta quarta-feira (12), realizado pela Comissão de Meio Ambiente (CMA) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Dentre as vantagens da certificação para as empresas do mercado imobiliário estão o fortalecimento da imagem e da reputação e a redução da taxa de juros de 0,25% do financiamento à produção, via Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Já para os adquirentes, além de melhor qualidade de vida, conforto ambiental e redução de despesas mensais, condições especiais para o financiamento da unidade vinculada a empreendimentos certificados no SBPE.

Ao reforçar a importância da Caixa, que detém cerca de 70% a 80% do mercado imobiliário, estar completamente engajada neste assunto da sustentabilidade, o presidente da CMA/CBIC, Nilson Sarti, reforçou que a CBIC leva o tema muito a sério e vem trabalhando há anos no sentido de amadurecer o debate e mostrar que esse é o caminho.

 

Erika Regina Yokoda, arquiteta da Caixa

 

Criado em 2009, o Selo Casa Azul + Caixa foi o primeiro sistema de certificação de sustentabilidade desenvolvido para a realidade da construção habitacional brasileira. Atualmente, há 43 empreendimentos de habitação de interesse social e de mercado certificados com o selo, sendo 22 na região Sudeste, nove no Nordeste, nove no Sul e três no Centro-Oeste. Desde a remodelação do Selo, no primeiro semestre de 2020, já são 10 os empreendimentos certificados.

“O novo formato do Selo  tem como principais objetivos gerar benefícios ambientais, sociais e econômicos, tanto ao cliente pessoa física quanto às empresas parceiras, e fortalecer ainda mais a marca da Caixa como agente e indutor da produção sustentável, inovadora e socialmente responsável, destaca a arquiteta da Caixa, Erika Regina Yokoda. Além da apresentação realizada pela Caixa, conheça também  o Guia Selo Casa Azul + Caixa.

Para participar da certificação é preciso seguir as regras dos programas e linhas de financiamento da Caixa Econômica Federal e atender às Normas de Desempenho (NBR 15.575), bem como seguir as diretrizes do Sistema Nacional de Avaliação Técnica (Sinat) nos casos de uso de sistemas inovadores, e apresentar Política Socioambiental do FGTS, se for um empreendimento com uso desses recursos, e o Código de práticas Caixa. No que se refere às vistorias, elas são feitas com o olhar mais especifico para atendimento ao selo.

 

Níveis de classificação do Selo Casa Azul + Caixa

A nova estrutura está dividida em quatro níveis de classificação. São eles: Bronze, que acumula 50 pontos ou dois identificadores+), Prata (60 pontos ou três+), Ouro (80 pontos ou 4+) e Diamante (100 pontos e obrigatoriamente o identificador +Inovação). Veja quais são os identificadores+:

  • Qualidade Urbana
  • Eficiência Energética
  • Gestão Eficiente da Água
  • Produção Sustentável
  • Desenvolvimento social
  • Inovação

O presidente da Comissão de Habitação de Interesse Social (CHIS) da CBIC, Carlos Henrique Passos, elogiou o debate e parabenizou a Caixa pela reformulação do sistema. “A mudança motivará as empresas. É importante manter a qualidade e o dinamismo do programa e essa interlocução da Caixa com a CMA/CBIC vai ajudar na sua atualização e na sintonia com o mercado, para que ele possa perceber as vantagens da sustentabilidade”.

 

 

Rodrigo Cerviño Peleteiro, da MVL Incorporadora e Inova Empreendimentos, apresentou o case do Jaguah Residence, na orla de Jaguaribe, em Salvador (BA), primeiro empreendimento baiano a obter a certificação do Selo Casa Azul + Caixa, na categoria Ouro.

Segundo Rodrigo Peleteiro, o incentivo para a busca da certificação foi a redução dos juros, tanto para a empresa quanto para o cliente, na tomada do financiamento dos empréstimos. Além disso, o estímulo percebido na pesquisa da empresa, que aponta que o cliente topa pagar mais por um imóvel sustentável, somado ao IPTU Verde e à Outorga Verde fizeram com que a empresa percebesse vantagens e incluísse os itens de sustentabilidade do Selo no seu produto.

 

 

Felipe Grossi, da Encorp Engenharia e Construções Ltda, detalhou o case do Condomínio Clube Residencial Morana Iguatemi, em Porto Alegre (RS), com 200 unidades e que obteve o nível Ouro, com o identificador + Inovação.

A empresa, especializada em empreendimentos do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), percebeu que é possível entregar produto com qualidade e sustentabilidade, dentro do seu orçamento. Dentre as vantagens observadas, maior possibilidade de atender aos indicadores e se alinhar aos objetivos da Caixa, estabelecer uma relação de parceria com a instituição e obter o reconhecimento do cliente do MCMV.

A gerente nacional da Caixa, Angélica Djeane Phelippe Correa, reforçou a importância do diálogo com o setor. “Esperamos ter motivado os participantes ao terem conhecido mais o Selo Casa Azul + Caixa”, mencionou, reforçando que o processo de melhoria é constante e que a instituição está à disposição para dialogar sobre o assunto.

Ficou acertado que as sugestões apresentadas serão estudadas e que representantes da Caixa participarão de road show promovido pela CBIC para disseminar o produto e ampliar o debate nas regiões brasileiras.

O Diálogos CBIC também contou com a participação da gerente Executiva responsável pelo Selo Casa Azul + Caixa, Silvia Merendas. A iniciativa tem interface com o projeto ‘Melhorias do Mercado Imobiliário’ realizado pela CBIC, por meio das Comissões da Indústria Imobiliária (CII), de Habitação de Interesse Social (CHIS) e de Meio Ambiente e Sustentabilidade (CMA), com a correalização do Serviço Nacional da Indústria (Senai).

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Agosto/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-MS
Sinduscon-CE
Ademi – SE
Sinduscon – Vale do Piranga
Sinduscon-MT
Sinduscom-VT
SECOVI-SP
FENAPC
Ademi – PR
Sinduscon-RR
Sinduscon-Joinville
Sinduscon-JF
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
yabancı film izle Tekne Kiralama betboo karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet vaporesso vdcasino vdcasino giriş vdcasino sorunsuz giriş vdcasino yeni giriş betpark giriş betgaranti kolaybet diyarbakır escort escort istanbul istanbul escort bayan
X