Minha Casa, Minha Vida é uma dívida que o País tem com os brasileiros, diz Marina Silva

Um programa de governo que contemple o amplo investimento na área de infraestrutura, com foco na eficiência dos gastos públicos, transparência e combate ao desperdício, foi anunciado na manhã desta segunda-feira (06/08) pela candidata Marina Silva (REDE) durante debate realizado pela Coalizão pela Construção, em Brasília – o primeiro evento público após a confirmação das candidaturas. Marina destacou a importância de programas como o Minha Casa, Minha Vida (MCMV), e disse que irá ampliar a proporção de investimento no setor de infraestrutura, passando dos atuais 2% do Produto Interno Bruto (PIB) para, pelo menos, 4% do PIB. “O Programa Minha Casa, Minha Vida é uma dívida do País aos brasileiros. Com ele, garantimos não só moradia, mas amparo emocional para a população menos assistida”, disse Marina.

No painel que contou com a participação do conselheiro do Instituto Aço Brasil, Renato Gaspareto, e da presidente executiva da Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto (ABCIC), Íria Lícia Oliva Doniak, a candidata da REDE falou sobre a importância do setor de construção para a sociedade, não só dentro do cenário macroeconômico, com a geração de empregos e a retomada dos investimentos no País, mas também na inclusão social e qualidade de vida dos brasileiros. “Aqueles que trabalham no setor da construção não são apenas construtores de pontes ou casas. Vocês conectam pessoas, integram negócios. Vejo a construção não só pelo olhar da engenharia, mas como parte dos sonhos das pessoas”.

O licenciamento ambiental foi um dos temas mais abordados por Marina durante o debate. A candidata falou que, se eleita, irá reforçar os mecanismos de licenciamento ambiental para dar agilidade aos processos. Marina afirmou, ainda, que a universalização do saneamento básico será uma das principais medidas de seu governo. A proposta é aprimorar o marco legal existente e apoiar os municípios na elaboração de seus projetos.

Marina falou, ainda, sobre a necessidade de grandes reformas para equilibrar as contas públicas e retomar a confiança dos investimentos no País. A candidata destacou a Reforma da Previdência e disse que, se eleita, irá retomar o debate a respeito do tema, abrindo o debate com a sociedade e seu foco será no combate aos privilégios. Marina citou, ainda, a Reforma Tributária, como uma das medidas necessárias para a melhoria do ambiente de negócios.

A Coalizão pela Construção, formada por 26 entidades da indústria da construção, atua conjuntamente na defesa institucional da agenda estratégica da construção, estabelecendo diálogo com diversos atores em torno de temas de interesse comum para resgatar o desempenho das suas empresas. 

Acesse as fotografias, clicando aqui.
Compartilhe!

Eventos

 
 

Agenda da Construção

Agosto, 2018

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento hoje

Núcleo de Seguros

 
Convenio de Seguros
 

Afiliações

 
CICA
FIIC
CNI
 

Publicações

Clique aqui para acessar todas as publicações da CBIC.

Parceiros

Clique aqui e conheça os parceiros da CBIC.

X
/* ]]> */