Logo da CBIC

Agência CBIC

21/03/2012

Menos resíduos e mais segurança são as vantagens nos canteiros de obras

"Cbic"
21/03/2012 :: Edição 281

 

Valor Econômico/BR 21/03/2012
 

Menos resíduos e mais segurança são as vantagens nos canteiros de obras

As grandes obras de infraestrutura são mercado expressivo para as soluções modulares metálicas. Quem opera com a transformação de contêiner marítimo está de olho nos canteiros de obras espalhados pelo país. Estudo realizado pela Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção (Sobratema) contabiliza mais de 13 mil obras de grande porte em todo o Brasil, o que resultará em investimentos de cerca de R$ 1,5 trilhão nos próximos anos. É possível transformar contêineres em ambientes em acomodações, escritórios, vestiários, depósitos, etc, diz Marcelo Bueno, executivo do grupo Santos Container.
 Segundo ele, é mais prático e rápido alugar um escritório transformado a partir de contêiner marítimo. O custo é, em média, 50% inferior a uma sala ou loja convencional, com a vantagem de não existir taxa de condomínio. Quando o contrato acaba, o cliente devolve a unidade, sem burocracia.
 O valor de venda ou locação depende do tipo de contêiner. Um escritório simples, feito com unidade de 20 pés (cerca de 15 metros quadrados) é vendido a R$ 9,3 mil na Santos Container e a locação da unidade custa em média R$ 430. Os preços variam de acordo com utilização da unidade, a tecnologia utilizada para isolamento térmico e acústico, o revestimento interno, entre outros atributos.
 Na NHJ do Brasi l, a demanda por contêineres cresceu 20% no ano passado. Como resultado, a empresa fechou o balanço de 2011 com lucro de R$ 70 milhões. A expectativa do diretor André de Oliveira é de que as obras da Copa e dos Jogos Olímpicos acelerem a adoção dos contêineres marítimos nos canteiros de obras. Esta solução reduz a geração de resíduos em todo o ciclo da obra.
 A redução do passivo ambiental é um dos principais atrativos de soluções metálicas nos canteiros. No fim da obra, basta desmontar a estrutura, colocá-la em caminhões, devolvê-la à empresas de locação ou enviar para outro canteiro. Não se usa madeira no local, o risco de incêndio é menor, a montagem e desmontagem são limpas.
 O mercado da construção civil é onde os contêineres marítimos enfrentarão concorrência das unidades de chapas de metal. Elas são ainda mais flexíveis na montagem de ambientes e oferecem pés direitos maiores para alojamentos e refeitórios. São conhecidas também como contêineres, pelo fato de a largura e o comprimento dos módulos obedecerem às medidas das caixas para transporte marítimo. O ganho está na altura, diz Márcio Isfer Albuquerque, diretor da Agisa Containers.
 A construção a partir de placas de metal da Agisa facilita o atendimento a grandes empresas. Fornecedora de empreiteiras e da Petrobras, a empresa segue com rigor as normas NR-10 e NR-18 que regulamentam as instalações nos canteiros. Achamos mais fácil construir nossas unidades sem estar presos às dimensões dos contêineres marítimos. Para cada cliente, desenvolvemos um projeto diferente.. A Agisa oferece unidades padrão para venda com isolamento termoacústico a partir de R$ 19,8 mil. O aluguel da mesma unidade custa, em média, R$ 700.
 Placas metálicas recheadas com poliuretano são as bases dos ambientes construídos pela Odebrecht no canteiro de obras da usina Teles Pires, na divisa de Mato Grosso e Pará. Com investimento de R$ 3,6 bilhões, a usina contará com mão de obra intensiva e, por isso, as condições dos alojamentos precisam encantar os funcionários. Por ser uma instalação de longo prazo, optamos por maior flexibilidade na construção, diz Antonio dos Santos, diretor responsável. 

"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
SINDUSCON SUL CATARINENSE
Sinduscon-RO
Ademi – MA
Sinduscon-Norte/PR
Ademi – GO
Sinduscon-MS
Sinduscon-MG
Sinduscon – CO
Sinduscom-NH
Sinduscon-PB
Sinduscon-TAP
Sinduscon-BA
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X