Logo da CBIC

CBIC`s Agency

07/04/2014

Lula cobra de Dilma atenção ao Minha Casa

"Cbic"
07/04/2014

Folha de S. Paulo

Lula cobra de Dilma atenção ao Minha Casa

MARINA DIAS  DE SÃO PAULO

 Ex-presidente ouviu queixas sobre atrasos nos repasses do programa habitacional a pequenas e médias construtoras 

  Para ele, adversidades podem prejudicar sucessora na eleição; setor da construção reclama de prejuízos  

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou mais atenção da presidente Dilma Rousseff aos problemas no pagamento às empresas parceiras do Minha Casa, Minha Vida, e conversou com a sucessora, no início do ano, sobre os prejuízos eleitorais que qualquer adversidade no programa pode trazer a ela.

Segundo a Folha  apurou, Lula ouviu desde dezembro relatos a respeito do atraso no repasse a pequenas e médias construtoras, principalmente no Nordeste, responsáveis por empreendimentos da faixa 1 do programa, entregues a famílias com renda mensal de até R$ 1.600.

O ex-presidente pediu a Dilma que fique atenta a essa fatia do projeto, direcionada a um eleitorado importante para o PT e que, neste ano, será disputado também pelo ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Dilma, por sua vez, destacou os números do programa, que classifica como "o maior do governo" e fez elogios a Jorge Hereda, presidente da Caixa, que, junto com o Banco do Brasil, é responsável pelos repasses às empresas.

Ao lado do Pronatec e do Mais Médicos, o Minha Casa será vitrine da campanha petista e, por isso, diz Lula, demanda atenção especial.

ATRASOS 

 Vice-presidente da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), José Carlos Martins disse que recebeu reclamações sobre problemas nos repasses também em Estados como São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Sem capital de giro e baixa margem de lucro, pequenas e médias construtoras têm paralisado obras e demitido funcionários, o que, dizem representantes do setor, desmotiva novos contratos.

Após ser procurado pela Folha  para comentar o assunto, o presidente do SindusCon-SP (Sindicato da Construção Civil de São Paulo), Sergio Watanabe, enviou uma carta a Dilma e solicitou a "regularização dos pagamentos em atraso das obras do Minha Casa, Minha Vida".

"Tais atrasos estão colocando em risco a solidez financeira de nossas empresas", diz o texto.

SITUAÇÃO CRÍTICA 

 O presidente do Sindicato da Construção Civil de MG, André Campos, diz que empresas têm reclamado sobre atrasos desde o fim de 2013.

"A situação é crítica e muito séria porque 95% do programa é fechado com pequenas e médias empresas. Ninguém quer assinar novos contratos com medo de que isso [o atraso] vire rotina", diz.

Segundo os representantes do setor da construção, o governo tem feito "sucessivas promessas" de regularização e o último prazo dado foi a primeira semana deste mês.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência diz que a data foi cumprida e que os valores foram quitados.

A Caixa e o Banco do Brasil são responsáveis pelos repasses, mas a liberação do dinheiro é feita pela Secretaria do Tesouro Nacional.

Em nota, Tesouro e Caixa afirmam que os repasses "estão seguindo a programação normal" e que, até o fim de março, foram transferidos R$ 5,5 bilhões, 7% a mais que no mesmo período de 2013.



"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

No Events

Partners and Affiliations

Partners

 
Sinduscon – CO
Sinduscon-SF
Ademi – PE
Ademi – SE
Sinduscon-AP
Sinduscon-Brusque
Sinduscon-MS
Sinduscon-PR
Sinduscon-AM
SECOVI- PB
Sinduscon-RR
Sinduscon – Vale
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X