Logo da CBIC

Agência CBIC

28/08/2012

Logística especial

"Cbic"
28/08/2012 :: Edição 389

Jornal Zero Hora – 28/08/2012

Logística especial

Um plano especial de logística está sendo montado pelas oito empresas gaúchas do setor da construção pesada vencedoras da licitação de seis dos 11 lotes que fazem parte da duplicação da BR-116 , para dar início às obras que devem começar por Pelotas.

Segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral do Estado, Nelson Sperb Neto, o deslocamento dos equipamentos deverá mobilizar grande número de carretas das centrais de máquinas das empresas.

Há dois meses, foi iniciada a contratação de trabalhadores, o que também envolveu equipes de engenheiros para execução do planejamento das obras e o licenciamento de jazidas e pedreiras. No pico de produção, o empreendimento deverá ter 7 mil funcionários, o que representará expansão de quase 100% no número de postos de trabalho do setor. As obras, estimadas em cerca de R$ 870 milhões, devem começar em 90 dias, tempo necessário para regularização de pendências ambientais e adaptação final dos projetos.

O trecho da BR-116 onde serão realizados os trabalhos faz parte de uma das principais áreas de trânsito de cargas do Brasil e é o principal acesso ao porto do Rio Grande. Estima-se que 10 mil veículos transitem todos os dias pelo trecho sul da BR, dos quais 70% são caminhões.

Hora de reagir

Preocupada com a perda de participação do Estado no cenário nacional, com o PIB menor e os resultados fracos da educação, a Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos de Porto Alegre (Amcham) resolveu agir. E, assim, tentar ajudar a reverter o quadro que não satisfaz a ninguém. No próximo dia 14, após palestra do CEO nacional da entidade, Gabriel Rico, com debate sobre pesquisa que trará diversos indicadores brasileiros, será referendada a proposta de procurar o governo do Estado para saber como é possível contribuir para melhorar a sociedade gaúcha.

O primeiro passo será um encontro com a Agência de Desenvolvimento e Promoção do Investimento para debater política de econômica do Estado.

Ao lado de seis conselheiros, Carlos Klein (foto), presidente do conselho regional da Amcham, já adotou, porém, algumas ações. Uma delas é o programa Porto Alegre Fala Inglês, que visa a dotar a cidade de diferencial competitivo na corrida por investimentos, especialmente da indústria do conhecimento.

Há cinco parques tecnológicos na Grande Porto Alegre e sabemos que o grande desafio deles é contratar mão de obra com fluência em inglês. Nosso papel é trabalhar, ao lado de diversas entidades, junto a empresas, incentivar cursos de capacitação explica Klein.

Mas não só isso. Melhorar o ensino de inglês nas escolas é outra meta por meio de articulação que envolve, inclusive, secretarias de Educação. Projeto que tem o apoio da embaixada e já envolveu escolas de idiomas.

Outra proposta da Amcham é apoiar determinados segmentos, como o de TI, no que se refere ao intercâmbio comercial, já que as empresas de setores tradicionais não precisam de apoio da câmara para exportar. O projeto, que começou com o Tecnopuc e vai ser ampliado, permitirá que companhias incubadas gaúchas tenham acesso a empresas do Vale do Silício para troca de experiências, possíveis injeções de capital e expansão do intercâmbio comercial.

Sorteios e Natal

Para dar uma animada nos negócios em um mês tradicionalmente sem grandes apelos, o Sindilojas Porto Alegre volta a promover o Vale Mais, no próximo mês. A iniciativa premiará com vales de compras consumidores e vendedores do comércio da Capital.

O investimento é de R$ 1,6 milhão. A partir do dia 1º, com a quarta edição da promoção, 2 mil lojistas de Porto Alegre e Alvorada esperam alta de 10% nas vendas, estima Ronaldo Sielichow (foto), presidente do Sindilojas. A cada R$ 50 em compras, o consumidor concorre a 50 prêmios de R$ 5 mil, enquanto os vendedores vão tentar 50 prêmios de R$ 2 mil. Mas não é só. De olho na melhor data do ano para o varejo, o Sindilojas promoverá, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas, o projeto Brilha Porto Alegre, que premiará os prédios mais iluminados da Capital.

EUA sondaram Iguatemi para abrir consulado

Foram duas as razões que impediram o futuro Consulado dos EUA de Porto Alegre de implantar sua sede no Iguatemi. Primeiro, a questão da segurança exigida pela representação diplomática. E também o fato de o shopping não ter ainda condições de precisar data para o término do projeto de ampliação. O consulado pretendia se instalar na área que será duplicada, hoje ocupada pelo estacionamento em frente à Avenida Nilo Peçanha.

Até agora, nada atendeu às exigências dos EUA que solicitam área de 4 mil metros quadrados em imóvel ocupado também por outros usuários. Somente a área de atendimento deve ter 1 mil metros quadrados e o imóvel não pode ter garagem imediatamente embaixo ou em cima da representação.

Outros imóveis já foram analisados, mas não houve acerto. Em duas oportunidades, uma equipe de nove profissionais, formada por arquitetos e pessoal de segurança, entre outros, já esteve na cidade.

"Cbic"

 

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
SECOVI-PR
Sinduscon-Caxias
Sindicopes
ANEOR
Ademi – RJ
Sinduscon-BA
Ademi – AL
Sinduscon-AC
Ademi – PR
Sinduscon-ES
Sinduscon-TO
ASBRACO
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC