Logo da CBIC

Agência CBIC

11/04/2011

Impacto da construção no crescimento do país

 

11/04/2011 :: Edição 075

Jornal Estado de Minas/BR – 10/04/2011
impacto da construção no crescimento do país

Jorge Luiz Oliveira de Almeida

As novas projeções de
crescimento da economia nacional e da construção civil, divulgadas na semana
passada pelo Banco Central e pela Fundação Getúlio Vargas, revelam a
importância desse setor para a impulsão do desenvolvimento do país. Conforme as
duas instituições, as estimativas foram revisadas para baixo. Mas, a despeito
das quedas observadas nas projeções, a construção civil continua com
perspectivas de números superiores ao crescimento da economia em geral. Agora,
o BC aposta que o país crescerá 4%, quando antes apostava em 4,5%. Já a FGV
fala em incremento de 3,3%, quando anteriormente falava em 5%.

A alteração do cenário macroeconômico, especialmente em função dos recentes
aumentos no preço do petróleo e da crise japonesa, que deprimem ainda mais o
ambiente da economia mundial, ajuda a justificar os motivos pelos quais as
projeções para o país foram reduzidas. Também devem ser consideradas as
preocupações com a inflação, os cortes no orçamento deste ano e os aumentos na
taxa de juros.

Esse cenário também fez cair as estimativas de incremento da construção
civil: segundo o BC, de 6,6% para 5,2%; e, de acordo com a FGV, de 6,1% para
5%. Números que praticamente coincidem e que, mesmo em queda, são mais altos do
que as projeções para a economia.

A redução do dinamismo do setor pode ser explicada pela forte base de
comparação do ano de 2010, quando registrou alta de 11,63%, aliada aos fatores
citados acima, para justificar a diminuição do dinamismo do crescimento do
país. Entretanto, os recursos para o crédito habitacional estão garantidos e a
expectativa de investimentos das empresas ainda é alta. E, por isso, a
construção civil continuará registrando incremento superior ao da economia
nacional.

Como se percebe, teremos, este ano, um "ajuste" no ritmo das
atividades. Mas o menor crescimento este ano pode significar uma oportunidade
para o setor conseguir se adequar a uma expansão maior. As perspectivas
permanecem positivas para o futuro: Copa do Mundo, Olimpíadas, crédito
imobiliário, o programa Minha casa, minha vida, que tem programação de
construir dois milhões de unidades em quatro anos, entre outros.

Tendo em vista esse horizonte, é possível, caso não ocorra nenhuma grande
crise, que a construção civil retome a curva ascendente e puxe, com ela, o
aumento do Produto Interno Bruto Nacional. Afinal, o setor funciona como uma
mola propulsora para o desenvolvimento do país, uma vez que ele impacta
fortemente toda a economia.

É notória sua significativa contribuição para a formação do produto nacional
e dos investimentos – participa com 5,3% do PIB e com 37,8% da Formação Bruta
de Capital Fixo. É igualmente relevante seu papel social como grande
empregadora de mão de obra, principalmente a de pouca qualificação. A
construção civil também gera expressiva massa salarial na economia.

Uma outra característica importante do setor é o seu reduzido coeficiente de
importação, uma vez que ele utiliza basicamente capital, tecnologia e insumos
predominantemente nacionais. A construção apresenta também baixos níveis de
importação em comparação a outros segmentos e ao seu valor agregado. Em
princípio, ela é uma indústria que não depende de financiamentos externos.
Sendo assim, o crescimento do setor não pressiona a balança comercial e, por
consequência, o balanço de pagamentos do país. E, ainda, a construção, devido à
sua extensa cadeia produtiva, tem também elevada capacidade de geração de
impostos.

* Diretor de Comunicação do Sindicato da Indústria da Construção Civil no
Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG)


"banner"  
"banner"  
"banner"  
"banner"  

"Cbic"

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon – Lagos
Sinduscon PR – Noroete
Assilcon
Sinduscon – Vale do Piranga
ADEMI-AM
Sinduscon-RO
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
Sinduscom-VT
Sinduscon-SE
Sinduscom-NH
Sinduscon-BNU
Sinduscon – Vale
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X