Logo da CBIC

Agência CBIC

06/08/2018

Henrique Meirelles afirma que construção será prioridade número 1 de seu governo

O candidato do MDB à Presidência da República, Henrique Meirelles, esteve nesta segunda-feira (6) no evento Coalizão pela Construção – O Futuro do Brasil na Visão dos Presidenciáveis 2018, em Brasília, e falou sobre as prioridades de seu governo. Meirelles garantiu que os investimentos em infraestrutura estarão no centro de sua atuação à frente do País. “Não existe crescimento econômico, nem criação de empregos, sem a construção civil, afirmou durante o último painel do evento, com as presenças dos anfitriões Marco Polo de Mello Lopes, presidente do Instituto Aço Brasil, e Sérgio Bautz, conselheiro da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP)..

Em seu discurso, Meirelles citou uma de suas promessas de governo – o ‘Programa Brasil Integrado’, um amplo projeto de infraestrutura urbana, interurbana e de longa distância. De acordo com o candidato, já foram traçadas estratégias de curto, médio e longo prazos, que passam pela retomada imediata de mais de 7 mil obras que estão paralisadas ou andando lentamente, com investimentos na ordem de R$ 80 bilhões; pela agilidade nas obras em andamento e aquelas com potencial para atração de recursos privados.

Para Meirelles, o Brasil ainda precisa avançar em reformas para retomar seu crescimento. O ex-ministro do governo Temer listou os avanços realizados com a reforma trabalhista, com destaque para o trabalho intermitente – fundamental para o setor de construção, mas reforçou a necessidade de aprovação da Reforma da Previdência e da Reforma Tributária, para melhorar o ambiente de negócios e atrair investimentos. “Temos que diminuir as despesas obrigatórias para voltar a investir. Se conseguirmos aprovar a Reforma da Previdência, conjugado ao teto dos gastos, nossas despesas – que hoje representam 20% do PIB e podem subir para 25% em 10 anos – vão cair para 15%”. Meirelles disse que encaminhou ao Congresso Nacional quinze propostas para aumentar a produtividade da economia.

Em linha com o documento elaborado pela Coalizão pela Construção, o candidato do MBD afirmou que em seu governo o setor privado será incorporado aos debates e planejamentos para novos investimentos. Meirelles disse que, se eleito, irá realizar mesas de discussões e grupos de trabalho para envolver os agentes privados nos processos de concessões e definições de novos projetos de infraestrutura para não só planejar, mas discutir medidas em conjunto para simplificação legal e regulatória, além de dividir os riscos de forma mais equilibrada.

A Coalizão pela Construção, formada por 26 entidades da indústria da construção, atua conjuntamente na defesa institucional da agenda estratégica da construção, estabelecendo diálogo com diversos atores em torno de temas de interesse comum para resgatar o desempenho das suas empresas. 

Acesse as fotografias, clicando aqui.

COMPARTILHE!

Agenda da Construção

Maio, 2019

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento hoje

Eventos

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon – CO
Sinduscon-AL
APEOP-PR
Ademi – GO
Sinduson – GV
Ademi – MA
ASSECOB
Sinduscon Sul – MT
Sinduscon-Costa de Esmeralda
Sinduscon-MA
Sinduscon-DF
Sinduscon-BA
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X