Logo da CBIC

AGÊNCIA CBIC

08/12/2023

Finalistas na categoria”Empresas” do Prêmio CBIC 2023: Projetos transformadores

Na disputa pela categoria “Empresas” do Prêmio CBIC de Responsabilidade 2023 – Troféu Paulo Safady Simão, promovido pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), três projetos notáveis se destacaram: “Acreditar Sempre” da Construtora Apia, “Escola Nota 10” da MRV Engenharia e Participações S/A, e “Recomecy” da Cyrela Construtora. Cada iniciativa traz consigo uma história única de impacto positivo na comunidade.

Em entrevista ao CBIC Hoje, Christiane Ferreira Medeiros, analista de responsabilidade social, da Construtora Apia, compartilhou a inspiração por trás do projeto “Acreditar Sempre”. “Quando eu entrei na empresa, a minha diretora falou que gostaria muito de implantar um projeto social que transformasse a vida das pessoas, que fizesse diferença na vida delas”, revelou Christiane. O projeto foi moldado a partir de um profundo entendimento do perfil socioeconômico dos colaboradores, através de um questionário abrangente que abordou desde composição familiar até questões de lazer e cultura.

O impacto na comunidade foi significativo, especialmente em uma região marcada pela precariedade. Christiane ressaltou o calor intenso e a maioria das casas construídas com material inadequado, afetando diretamente a qualidade de vida dos moradores. O projeto da Construtora Apia não apenas reformou e mobiliou casas, mas também contribuiu para a construção de uma sede para uma associação de moradores, proporcionando espaços educacionais e cursos profissionalizantes.

Ao abordar os desafios enfrentados pelo projeto, Christiane destacou a complexidade na escolha das pessoas a serem beneficiadas. A região, marcada por uma grande migração em busca de oportunidades de emprego, demanda uma análise criteriosa para identificar as famílias mais necessitadas. “Nosso maior desafio realmente é a escolha, a escolha das pessoas a serem beneficiadas”, enfatizou Christiane.

O engajamento da comunidade tem sido surpreendente, com os beneficiados compartilhando entusiasmadamente a experiência positiva do projeto. Christiane ressaltou a naturalidade com que as pessoas acreditam no projeto, indicando colegas que ainda não foram contemplados e gerando um ciclo de apoio e confiança. “O próprio nome já fala, acreditam no projeto”, afirmou Christiane, destacando a importância do cuidado não apenas para a comunidade, mas também para os colaboradores da empresa.

Para ela, ”Acreditar Sempre” não é apenas um projeto social; é uma filosofia que permeia a Construtora Apia. Christiane Matias enfatizou a importância de todas as empresas terem um olhar cuidadoso para dentro de casa, buscando levar dignidade e conforto aos colaboradores e fazendo a diferença na vida das famílias. “Todo projeto social em todas as empresas deve ter este olhar, esse cuidado, de transformar vidas”, concluiu Christiane, evidenciando a visão de que a responsabilidade social é uma marca duradoura e transformadora.

“Escola Nota 10” da MRV Engenharia: Transformando Vidas Através da Educação

Enquanto a Construtora Apia brilha com o projeto “Acreditar Sempre”, a MRV Engenharia também deixa sua marca com o inspirador “Escola Nota 10”. Fernanda Oliveira, analista de processos do setor de sustentabilidade da MRV Engenharia, compartilhou detalhes sobre o desenvolvimento e os impactos dessa iniciativa educacional que é finalista no Prêmio CBIC de Responsabilidade Social 2023.

Fernanda contextualizou a origem do projeto, iniciado por Rubens Menin, co-fundador da MRV. Lafetá, Diretor de Relações Institucionais e Sustentabilidade, liderou o desenvolvimento, desde sua criação em 2011 até sua paralisação em 2020. Em 2022, o projeto foi reestruturado, adotando uma metodologia padronizada em parceria com a Alicerce Educação. “A MRV acredita que seu time é sua força, esse é um dos nossos valores. Juntos podemos enfrentar os desafios e transformar a realidade. Esse é um dos objetivos do projeto, desenvolvimento pessoal, social e profissional dos alunos”, afirmou Fernanda.

A educação, segundo Fernanda, abre múltiplas possibilidades para o futuro, destacando relatos de progresso e superação entre os trabalhadores. O destaque foi para o Podcast Escola Almagre, um projeto final da primeira turma do Escola Nota 10, onde os alunos abordam temas como vivências na obra, preconceito, discriminação e racismo na ótica dos trabalhadores da construção civil, além de educação financeira. Os alunos de Sorocaba (SP) também se destacaram ao participar das Olimpíadas de Matemática e obterem sucesso. Fernanda enfatizou a participação de 33 alunos no ENCCEJA, um exame para quem não concluiu os estudos.

Ao discutir os desafios, Fernanda abordou a resistência da equipe de engenharia em promover práticas educacionais. “Uma das principais dificuldades que enfrentamos consiste na resistência por parte da equipe de engenharia em promover, disseminar e implementar as práticas educacionais”, destacou. A MRV enfrenta esses desafios com campanhas de divulgação, conscientização no local de trabalho e programas de incentivos, sempre em busca de oportunidades de melhoria.

O reconhecimento do Prêmio CBIC valida o compromisso da MRV com a educação, reforçando planos de expansão para o próximo ano. “Para o ano que vem pretendemos atualizar nosso programa de incentivo. Fizemos adaptação no programa para atendermos também trabalhadores imigrantes”, revelou Fernanda. A MRV planeja estender o alcance do Escola Nota 10 além dos muros da empresa, colaborando com sindicatos, organizações e comunidades.

Fernanda expressou seu desejo de que o Escola Nota 10 se torne uma referência, incentivando outras empresas a oferecerem oportunidades semelhantes. Ela ressaltou a importância de conscientizar a equipe de engenharia sobre os benefícios de implantar uma escola no canteiro de obras, evidenciando que o engajamento resulta em alto percentual de ocupação e frequência. “Em um curto prazo já é possível perceber melhorias, principalmente na autoestima, na comunicação e no aprendizado dos trabalhadores”, concluiu Fernanda, destacando os impactos positivos a curto prazo dessa iniciativa educacional inovadora.

“Recomecy” da Cyrela Construtora: Um Projeto de Reinserção Social com Impacto Duradouro

Leandra Vidal, coordenadora de RH e Diversidade da Cyrela Construtora, também compartilhou detalhes sobre o projeto “Recomecy”, uma iniciativa finalista no Prêmio CBIC de Responsabilidade Social 2023 que busca a reinserção social de pessoas em situação de vulnerabilidade. A entrevista para o CBIC Hoje destaca a justificativa por trás do projeto, detalhes sobre sua implementação e os desafios enfrentados ao longo do caminho.

A justificativa para o “Recomecy” é enraizada na observação do crescimento do setor de construção civil desde 2020, impulsionando a necessidade de contratação de profissionais. Com um aumento significativo de canteiros, a Cyrela enfrentava desafios como alta rotatividade e a falta de profissionais qualificados. Leandra observou que, durante a pandemia, houve um aumento de 25% no número de pessoas em situação de rua, motivando a empresa a desenvolver projetos inclusivos, como o “Recomecy”.

O programa, que iniciou em abril de 2022, busca a formação e contratação de homens em situação de rua. Com o apoio da ONG ABCP, o projeto abrange desde o acolhimento até a busca pela autonomia financeira, incluindo cursos de formação técnica oferecidos pelo Senai. “Ao longo de um ano e meio, o “Recomecy” impactou 41 vidas e suas famílias”, detalhou Leandra. 

No entanto, o desafio principal enfrentado pelo projeto é a retenção desses profissionais. “A autonomia financeira, quando mal administrada, pode levar a recaídas em vícios passados. Para mitigar esse desafio, a Cyrela conta com o apoio assistencial da ONG ABCP, que fornece cuidado médico e psicológico aos colaboradores contratados e em formação técnica”, explicou a representante da construtora. 

Leandra ressaltou o compromisso da Cyrela com a diversidade e inclusão, incorporando esses princípios em sua política interna. Além disso, a empresa estabeleceu metas anuais, apresentando periodicamente os avanços ao Conselho de Administração. “O desafio para 2023 é aumentar em pelo menos 4% o número de pessoas declaradas em situação de vulnerabilidade, já alcançando 125% da meta estabelecida”, afirmou.

O envolvimento das partes interessadas, como a ABCP e o Senai, destaca-se como um ganha-ganha. A ABCP conecta os acolhidos à empregabilidade, enquanto o Senai forma profissionais em uma área de alta demanda. O Instituto Casa Transitória, ao ceder seus espaços para formações técnicas, ganha visibilidade e fortalece sua reputação. “Para a Cyrela, o programa alinha-se ao propósito empresarial, destaca-se na pauta ESG e forma profissionais qualificados para atender à demanda das obras”, ressaltou Leandra. 

Para ela, o impacto do “Recomecy” vai além dos números, transformando vidas e garantindo o resgate da dignidade por meio do acesso à renda. “A constante comunicação com parceiros e o público-alvo demonstra o compromisso da Cyrela em aprimorar continuamente o programa, reforçando sua posição como uma empresa que faz o bem enquanto transforma o cenário social”, finalizou. 

O público está convidado a escolher o melhor projeto em cada categoria. Para isso, basta entrar no site do prêmio: https://www.cbic.org.br/premioresponsabilidadesocial/ das 12h do dia 21/11, até 23h59 do dia 10/12. Os vencedores (primeiro lugar) de cada categoria serão anunciados AO VIVO em uma cerimônia de premiação programada para ocorrer no dia 12 de dezembro de 2023 em Brasília.

O prêmio integra o projeto “Responsabilidade Social na Indústria da Construção”, uma realização da Comissão de Responsabilidade Social da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CRS/CBIC), com a correalização do SESI Nacional.


COMPARTILHE!

Março/2024

Parceiros e Afiliações

Associados

 
SECOVI-SP
Sinduscon-AC
Sinduscon-RN
Sinduscon-PR
ASEOPP
Sinduscon-TAP
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Sinduscon-PB
Sinduscon-Vale do Itapocu
Sinduscon Anápolis
Ademi – AL
Sinduscon-AL
 

Clique Aqui e conheça nossos parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 

Parceiros

 
Multiplike
Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea