Logo da CBIC

Agência CBIC

29/06/2012

Empresários inauguram franquia de escolas para a construção civil

"Cbic"
29/06/2012 :: Edição 349

Pequenas Empresas Grandes Negócios Online – 29/06/2012

Empresários inauguram franquia de escolas para a construção civil

Com dez anos de experiência na gestão de escolas, os sócios Sidney Bezerra e Miguel Pierre viram na construção civil  uma oportunidade para um novo negócio. Eles criaram a Concretta , escola com cursos profissionalizantes voltados para o setor. A primeira unidade da escola foi inaugurada em Taguatinga (DF) neste ano e oferece sete cursos, com mensalidades de R$ 129. Em cinco anos, Sidney e Miguel querem crescer ainda mais e traçam uma meta ambiciosa: até 2017, o objetivo é abrir 300 escolas em todo o país.
 Segundo Bezerra, a ideia da escola surgiu quando os sócios perceberam uma lacuna na construção civil. "O segmento está passando por um grande aquecimento, causado pelo crescimento do país e pelos preparativos para a Copa do Mundo  e Olimpíadas. Há uma demanda por profissionais capacitados nessa área, mas há pouquíssimas pessoas que fizeram cursos e especializações", diz o empresário.
 Um dos passos para a criação da Concretta foi a elaboração de uma pesquisa. Com base na opinião do público-alvo da escola, foram decididos os cursos a serem ministrados, o valor das mensalidades, a frequência e o tempo de duração das aulas. "Percebemos que os nossos alunos em potencial só poderiam pagar, no máximo, R$ 149 por mês. Já que muitos iriam para o curso depois de um dia de trabalho, o melhor seria oferecermos duas aulas semanais, com 1h30 de duração cada", afirma Pierre, o outro sócio da empresa. Para quem não pode frequentar as aulas durante a semana, também há opções de aulas somente aos sábados, com três horas de duração. Até o momento, a Concretta oferece cursos de formação para pedreiros, eletricistas, carpinteiros e pintores, entre outros.
 Na escola, os alunos terão aulas teóricas e práticas. Para os professores teóricos, é exigido, no mínimo, um diploma de nível técnico. Quem dá aulas práticas deve ter pelo menos o cargo de mestre de obras. A Concretta também tem parcerias com fabricantes de materiais de construção, como Tigre, Deca e Lorenzetti. "O material das aulas práticas é subsidiado por essas empresas", diz Pierre.
 Segundo os sócios, a meta de abrir 300 novas escolas é justificada pelo bom momento da construção civil no país e pelos diferenciais da Concretta. "Ter grandes parceiros no ramo da construção, experiência com franquias e investir em um setor que só cresce no Brasil são fatores que nos permitem ter grandes expectativas para o futuro", afirma Pierre.
 O investimento inicial para quem quiser ser um franqueado da Concretta é de a partir de R$ 150 mil. O retorno do investimento virá, em média, entre 18 e 24 meses após a inauguração. Depois de assinar o contrato, o franqueado da rede terá o seu negócio acompanhado pela matriz. "Nossos parceiros ficarão em Taguatinga por 15 dias e ainda receberão orientação antes e depois da abertura da nova unidade. Também haverá suporte operacional por telefone e internet", afirma Miguel.
"Cbic"

 

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-BA
Sinduscon-RR
ASSECOB
Sinduscon – Norte
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
ADIT Brasil
Sicepot-PR
Sinduscon-Mossoró
Sinduscon Chapecó
Abrainc
Sinduscon-MG
Sinduscon-AP
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC