Logo da CBIC

Agência CBIC

27/11/2012

DF deve ser descentralizado, diz especialista

"Cbic"
27/11/2012

Correio Braziliense/BR

DF deve ser descentralizado, diz especialista

» MANOELA ALCÂNTARA
 Novas áreas de ocupação, adensamento das regiões com infraestrutura e verticalização. Para a arquiteta e diretora de Responsabilidade Social da Associação de Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), Karla Figueiredo, o governo deveria investir mais nessas ferramentas para fomentar a construção civil do Distrito Federal e aquecer a economia local. Arquiteta há 20 anos, a profissional sustenta que o governo tem meios para descentralizar o desenvolvimento econômico do Distrito Federal que atualmente se concentra no Plano Piloto. "A mudança do centro administrativo do governo distrital é uma iniciativa formidável", comenta a diretora comercial da Gomes Figueiredo Arquitetura.
 O deslocamento da sede do Executivo do DF para Taguatinga deslocará uma população considerável e tornará possível o crescimento da região, que iria além da construção de moradias. "Mas ainda é uma iniciativa isolada, pouco para desafogar o centro da cidade", analisa ela.
 Ainda no mote da descentralização, a arquiteta diz ainda que a Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos) poderia dar mais força às cidades vizinhas. Para Karla, as regiões administrativas precisam tornar-se mais verticais e versáteis, de forma que mais oportunidades sejam oferecidas perto de onde as pessoas estão. Ao ofertar serviços ao longo dos vazios que ligam os centros, para otimizar a utilização do transporte público e da infraestrutura instalada, essas localidades ficariam mais independentes do Plano Piloto. "No entanto, a Luos está mantendo o que já existe – e até retrocedendo em alguns casos", analisa a especialista. Em algumas regiões administrativas, segundo a arquiteta, a lei tem diminuído a altura máxima de construção de edificações, por exemplo.
 O mercado da construção civil, conforme Karla, é a maior indústria da capital federal. Segundo dados divulgados pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), o Produto Interno Bruto do Distrito Federal apresentou crescimento de 4,3% em 2010. Um dos setores que puxaram o índice foi a construção civil (aumento de 14, 1%).
 O que é a Luos Segundo a Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimneto Urbano (Sdhab), a Lei de Uso e Ocupação do Solo é o instrumento legal que vai regular a utilização de lotes urbanos para 27 regiões administrativas do Distrito Federal. Cada uma dessas áreas dos núcleos urbanos terá uma regra própria de uso e ocupação. A lei fixa, por exemplo, a área total e a altura máxima que uma edificação pode ter em função do tamanho do lote e do tipo de uso que ele terá. Ciclo de debates Karla Figueiredo será uma das palestrantes da quinta edição da série de seminários Pensar Brasília, promovida pelos Diários Associados. Amanhã, no Auditório Hipólito José da Costa, no prédio do Correio Braziliense, a partir das 8h30. O tema da vez será o desenvolvimento econômico e a geração de empregos no Distrito Federal. Participará também o secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, Cristiano Araújo. Antes de assumir a secretaria, comandou a pasta da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF. Outro palestrante é o francês Patrick Maurice Maury, doutor em ciências econômicas e sociais para a América Latina pela Universidade de Paris. Ele fará uma exposição sobre a área de influência da capital brasileira, que, segundo ele, ultrapassa os limites da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride-DF). O especialista falará ainda sobre o potencial de Brasília como um polo irradiador de desenvolvimento regional.



 



"Cbic"

 

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-MS
Sinduscon-ES
SECOVI- PB
Sinduscon-AM
ANEOR
Sinduscon-PR
ASSECOB
Ademi – ES
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
Sinduscon-DF
Sinduscon – Vale do Piranga
Sinduscon Anápolis
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC