Logo da CBIC

Agência CBIC

24/03/2011

CUB sobe 0,14% na capital em fevereiro

 

24/03/2011 :: Edição 063

Jornal Diário do Comércio/BR   |   24/03/2011

cub sobe 0,14% na capital em fevereiro

PEDRO GROSSI.

O Custo Unitário Básico da Construção (CUB) na Capital aumentou 0,14% em
fevereiro ante janeiro, segundo o Sindicato da Indústria da Construção Civil no
Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG). De acordo com o levantamento, o custo do
metro quadrado de um apartamento padrão normal em prédio com garagem, pilotis,
oito pavimentos e três quartos foi de R$ 906,56. Em janeiro, ele era de R$
905,32. Na avaliação individual dos itens que compõem o índice, o aluguel de
equipamentos subiu 0,51%, enquanto o custo do material foi elevado em 0,29%.
Despesas administrativas e mão de obra não variaram.

Segundo o coordenador sindical do Sinduscon-MG, Daniel Furletti, a variação,
apesar de ter sido maior do que a registrada nos últimos meses, não aponta uma
tendência de crescimento descontrolado dos custos. "Algumas variações
foram sazonais e estão dentro do crescimento normal da economia",
explicou.

Conforme ele, um fato que tem sido acompanhado com atenção é a ampliação de
alguns prazos de entrega de mercadorias. "Temos percebido esse aumento,
mas não em função da falta de oferta mas sim pelo aumento da demanda e pelos
problemas de logística do país", declarou Furletti.

O dirigente destacou também a expectativa do setor em relação aos
investimentos da indústria de materiais de construção. Segundo pesquisa da
Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat),
realizada em dezembro de 2010, 72% das empresas entrevistadas tinham a intenção
de investir nos próximos 12 meses. "São dados muito positivos, principalmente
levando-se em consideração que a utilização da capacidade instalada não avançou
nos últimos meses do ano passado. De acordo com a mesma pesquisa, essa
capacidade encerrou 2010 em 86%, depois de permanecer estável por vários
meses".

Em fevereiro, 42% dos itens pesquisados demonstraram aumento em seus preços
e outros 58% mantiveram estabilidade ou registraram queda. Entre as maiores
altas estão a brita (7,53%), a emulsão asfáltica (5,56%), a bacia sanitária
(3,38%), o fio de cobre antichama (2,59%) e a bancada de mármore (2,05%).

No acumulado do ano, o CUB aumentou 0,28% enquanto os custos com material e
com mão de obra se mantiveram estáveis. Já nos últimos 12 meses, a alta no CUB
foi de 7,29%, sendo que o custo com material registrou incremento de 3% e com a
mão de obra variou 10,76%.


"banner"  
"banner"  
"banner"  
"banner"  

"Cbic"

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Sinduscon PR – Noroete
ASBRACO
Sinduscon-SE
Sinduscon-MA
Sinduscon-ES
Ademi – DF
Sinduscon-Costa de Esmeralda
Sinduscom-NH
Sinduscon-JP
Sinduscon-Teresina
SINDUSCON – SUL
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X