Logo da CBIC

Agência CBIC

16/12/2010

Cresce procura por imóveis

CBIC Clipping

16/12/2010 :: Edição 028
Jornal O Globo/BR|   16/12/2010

Cresce procura por imóveis

Ex-moradora quer voltar

 Quinze dias após a ocupação do Complexo do Alemão pelas forças de segurança, o mercado interno de imóveis na região começa a aquecer. Empolgados com a presença da polícia e com a sensação de segurança, moradores que pensavam em sair da área estão migrando para casas dentro da própria comunidade. Outros que já haviam saído por causa da violência agora querem voltar. Segundo o único corretor imobiliário do complexo, Eleazar Augusto Rodrigues, o Bom Cabelo, seis pessoas já procuraram sua imobiliária para comprar imóveis na parte baixa do conjunto. Uma ex-moradora, que abandonou o Alemão há cinco anos com medo dos traficantes, agora procura um dois quartos próximo à Rua Joaquim de Queiroz.

 Com o aumento da procura após a retomada da área pelo estado, uma casa de quarto, sala, cozinha e banheiro no alto de um das favelas do complexo, que custava R$ 12 mil, vale hoje R$ 15 mil. Já na parte baixa da favela, na Rua Joaquim de Queiroz, próximo ao comércio e à vila olímpica, uma casa com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e terraço com quitinete está saindo por R mil.

 – Espero que a pacificação melhore as vendas. Quero mais que todos os antigos moradores retornem, porque vivo da venda de imóveis – disse o corretor. – Isso aqui vai valorizar. Muita gente não vai mais querer vender sua casa – diz.

 Mas não é só o setor imobiliário que tem feito progresso na região. Moradores também têm aproveitado a pacificação para tentar melhorar de vida, como a comerciante itinerante Clarice Eugênia da Silva, de 30 anos. Artesã, vendedora de cosméticos e produtos de sex shop, ela foi a primeira a receber da prefeitura um registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) após concluir curso de empreendedorismo ministrado a pequenos investidores da região. Com o documento, ela agora tem status de microempreendedora individual.
 Moradora da Nova Brasília, Clarice contou que espera a finalização das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para montar sua loja com produtos eróticos, carro-chefe de suas vendas. O prefeito Eduardo Paes, na semana passada, entregou a ela o primeiro CNPJ a moradores que fizeram curso na comunidade.

 – Mesmo com a loja, não vou deixar de vender de porta em porta. Há clientes que têm vergonha de comprar esse tipo de produto em público – disse Clarice.

"banner"  
"banner"  
"banner"  
"banner"  

 
"Cbic"

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
ADEMI-AM
SECOVI- PB
Sinduscon-PR
APEMEC
AELO
Sinduscon-Extremo Oeste
APEOP-PR
ASBRACO
Sinduscon-PE
Sinduscon-TAP
Sinduscon PR – Noroete
Ademi – PE
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X