Logo da CBIC

Agência CBIC

20/01/2021

Copom mantém taxa Selic em 2% ao ano na primeira reunião de 2021

Diante do agravamento da crise sanitária no País, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central manteve a taxa básica de juros da economia (Selic) em 2% ao ano em sua primeira reunião de 2021. Esta foi a quarta vez consecutiva em que a Selic foi mantida no menor patamar desde 1999, quando o País adotou o sistema de metas para a inflação.

Em janeiro de 2020 a Selic estava em 4,50% e desde agosto/2020 está em 2%. “A manutenção da Selic acontece em meio às expectativas de que a inflação poderá ficar pressionada no início deste ano, em função do aumento nos preços das commodities e da valorização do dólar”, avalia a economista do Banco de Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Ieda Vasconcelos.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador oficial das metas de inflação no Brasil, registrou alta de 4,52% em 2020, a maior desde 2016 (6,29%). Para 2021, o centro da meta inflacionária é de 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual. “Assim, a inflação poderá variar de 2,25% a 5,25% que estará dentro da meta”, menciona.

Manutenção da taxa de juros

Segundo Vasconcelos, a manutenção da taxa básica de juros já era aguardada por diversos analistas do mercado. Isso porque apesar das estimativas mais positivas para 2021 ainda existem indefinições e incertezas no cenário nacional que geram sérias preocupações, como o andamento das reformas necessárias a melhoria do ambiente de negócios e o cenário fiscal. Diversas consultorias, analistas e pesquisas projetam incremento na Selic no transcorrer do ano.

Estimativas de fortalecimento do setor

Em 2020, o setor da construção, por meio de boas práticas e protocolos, gerou empregos, preservou vidas e prosseguiu com a sua atividade produtiva. Contribuíram para o seu desempenho fatores como a sua capacidade de organização (novos protocolos para preservar a saúde do trabalhador, rápida adaptação nas vendas de imóveis online), a taxa de juros em menor patamar, o novo significado da casa própria para as famílias e o incremento do financiamento imobiliário.

Para 2021, os juros baixos, o aguardado incremento nas vendas e os estoques reduzidos reforçam as estimativas de fortalecimento das atividades do setor.

“Ressalta-se que o início do processo de imunização da população, mesmo que ainda de forma lenta, renova as esperanças e fortalece as expectativas positivas para 2021. Mas é preciso considerar que sem o avanço urgente nas reformas administrativa e tributária, o País não conseguirá consolidar um processo de desenvolvimento sustentado”, diz.

A ação integra o projeto “Banco de Dados da Construção –  BDC”, realizado pela CBIC em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Nacional).

Veja a íntegra da análise no Informativo Econômico do Banco de Dados da CBIC.

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Março/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

04Mar17:0019:00Quintas da CBIC: Novo PBQP-H - alterações e impactos para construtores17:00 - 19:00 Virtual

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sicepot-RS
Sinduscon – Vale
Sinduscon-BA
SINDUSCON SUL CATARINENSE
Sinduscon-JP
Sinduscon Sul – MT
Ademi – PE
APEOP-PR
Sinduscon – CO
Sinduscon-TAP
Sinduscon – Lagos
Sinduscon-Mossoró
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet diyarbakır escort escort istanbul mersin escort mecidiyeköy escort çeşme escort
X