Logo da CBIC

Agência CBIC

28/10/2020

Copom mantém, pela segunda vez consecutiva, taxa Selic em 2% ao ano

Diante de estimativas menos pessimistas para a economia brasileira em 2020, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, em sua penúltima reunião do ano, manteve, pela segunda vez consecutiva, a taxa Selic em 2% ao ano. “O próximo encontro será nos dias 8 e 9 de dezembro, quando também se espera a manutenção da taxa”, avalia a economista do Banco de Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Ieda Vasconcelos. A Selic permanece em seu menor patamar desde o início do sistema de metas inflacionárias no Brasil, em 1999.

Dados divulgados mais recentemente mostram que a economia está respondendo de forma positiva ao retorno de suas atividades. A Pesquisa Focus, realizada semanalmente pelo Banco Central com analistas do mercado financeiro, divulgada no dia 23 de outubro, estimou queda de 4,81% para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2020. A última vez que o referido levantamento projetou retração inferior a 5% para a economia brasileira foi no início de maio. De uma forma geral, Instituições financeiras, consultorias, analistas e até mesmo organismos internacionais estão refazendo suas projeções para o País.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) que projetou retração de 9,1% para o PIB do Brasil, em junho, agora aguarda queda de 5,8%. O Banco Mundial, que em junho estimou recuo de 8% agora espera queda de 5,4%. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é outra que melhorou as projeções para a economia nacional. No fim do primeiro semestre as expectativas variavam de -7,4% (cenário mais otimista) a -9,1% (cenário mais pessimista). Agora a nova projeção é de -6,5%.

“Mesmo com a alta mais expressiva registrada nos últimos meses, a inflação do País deverá encerrar 2020 abaixo do centro da meta (4%)”, aponta Vasconcelos. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado e divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em setembro aumentou 0,64%. O resultado, puxado especialmente pela alta nos preços dos alimentos e dos combustíveis, foi o maior para um mês de setembro desde 2003.

A ação integra o projeto “Banco de Dados da Construção –  BDC”, realizado pela CBIC em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Nacional).

Veja íntegra de análise sobre o assunto no Informativo Econômico do Banco de Dados da CBIC.

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Março/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
APEMEC
Ademi – DF
Ademi – AL
Sinduscom-NH
Ademi – SE
Sinduscon-Vale do Itapocu
Sinduscon-Costa de Esmeralda
Sinduscon PR – Noroete
Sinduscon-BNU
Ademi – MA
SECOVI-PR
Sicepot-PR
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet diyarbakır escort escort istanbul mersin escort mecidiyeköy escort çeşme escort
X