Logo da CBIC

CBIC`s Agency

25/03/2015

Construtoras revisam planos após ano fraco

"Cbic"
25/03/2015

Folha de S. Paulo – 25 de março 

Construtoras revisam planos após ano fraco

Com desaceleração das vendas, empresas focarão em zerar estoque elevado de imóveis

As vendas fracas de imóveis residenciais no ano passado impactaram os planos das construtoras. Para as empresas, o foco em 2015 será zerar a quantidade de imóveis "encalhados" e avaliar novos projetos com cautela.

A Gafisa –que teve seu lucro comprometido pelo fraco desempenho do segmento Tenda, de habitação popular– postergou projetos, na expectativa de que o mercado reaja. Já a Even condiciona os próximos produtos à demanda e ao ritmo de venda dos imóveis em estoque –os que não são vendidos até três anos após o lançamento.

No ano passado, a maioria das empresas de capital aberto registrou queda no número de lançamentos ante 2013. Na Cyrela, por exemplo, foram lançados 29% menos empreendimentos em 2014 do que no ano anterior. PDG, Direcional e Tecnisa também lançaram menos.

Os números são resultado do desaquecimento do mercado, e as empresas, em geral, trabalham com a perspectiva de vender esse estoque.

Apenas na cidade de São Paulo, o número de imóveis em estoque foi recorde em 2014, de 27.255 unidades, segundo dados do Secovi-SP (o sindicato do mercado imobiliário). É o maior em dez anos, início da série histórica.

Segundo os analistas Lucas Gregolin Dias e Caio Moreira, da Fator Corretora, o mercado imobiliário passa por um momento de ajuste e mesmo empresas que tiveram lucro em 2014 planejam lançar menos.

Para Marco Barbosa, analista financeiro da CM Capital Markets, as empresas devem focar em zerar o estoque devido ao alto custo de manutenção de unidades paradas. "Há empreendimentos entregues com só 20% das unidades vendidas, quando o normal é entregar a obra com 10% dos imóveis por vender."

CANCELAMENTOS 

 O mercado também prevê que os distratos –os cancelamentos de compra de imóveis– sigam altos, em decorrência do maior rigor dos bancos ao conceder crédito.

Na MRV, focada em habitação popular e que lançou 99 empreendimentos em 2014, os distratos somaram R$ 1,45 bilhão –alta de 33% ante 2013. Na Rossi, os distratos foram de R$ 1,04 bilhão, 82% a mais do que em 2013.

DOUGLAS GAVRAS DE SÃO PAULO

De São Paulo, Douglas Gavras



"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

20octallday22allday1° Evento de Construções Sustentáveis da 9ª Fiema Brasil - Feira de Negócios, Tecnologia e Conhecimento em Meio Ambiente(All Day) Bento Gonçalves - RS

22oct17:0018:30Quintas da CBIC: LGPD e o Mercado Imobiliário17:00 - 18:30 Via Zoom

Partners and Affiliations

Partners

 
Sinduscon-JP
Sinduscon-MA
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Sinduscon-Oeste/PR
ASSECOB
Sinduscon-AM
Sindicopes
SINDUSCON – SUL
SECOVI-SP
Abrainc
ADEMI – BA
Sinduscon-GO
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X