Logo da CBIC

CBIC`s Agency

22/04/2014

Construção perde vigor no início deste ano

"Cbic"
22/04/2014

Folha de S. Paulo

Construção perde vigor no início deste ano

DE SÃO PAULO

A maior parte das incorporadoras com foco residencial e ações negociadas na Bolsa fechou 2013 com resultados melhores do que em 2012.

O avanço em grande parte reflete o aquecimento do mercado imobiliário nos anos de 2009 e 2010 e a estratégia das empresas em focar a conclusão de projetos.

A explicação é que boa parte dos prédios lançados nesses anos ficou pronta no ano passado. E o imóvel quase sempre só é quitado quando o cliente financia o bem com o banco, o que ocorre com a entrega do empreendimento,

"A geração forte de caixa só vem agora, na hora do financiamento", diz o analista da corretora BB Investimentos, Wesley Bernabé.

Bernabé lembra que outra forma de levantar dinheiro é vendendo terrenos em "praças não estratégicas", como fez a Rossi.

O foco das empresas nos últimos anos passou a ser atuar em mercados de médio e alto padrão (em geral, a partir de R$ 400 mil) em cidades que oferecem maior rentabilidade, como São Paulo e Rio.

O mercado de baixa renda, considerando as empresas de capital aberto, ficou quase todo reservado a incorporadoras com "expertise" no segmento, como a MRV.

PERSPECTIVAS 

 Com um mercado fraco neste início de ano, as empresas evitam traçar projeções de lançamentos.

Na cidade de São Paulo, o primeiro bimestre (dado mais recente) fechou com queda de 45,3% nos lançamentos, para 1.353 unidades, o pior resultado desde 2006, segundo o Secovi-SP (sindicato do mercado imobiliário).

As vendas (2.011 unidades) foram as menores desde 2004, recuo de 27,5% ante o primeiro bimestre de 2013.

Lenon Borges, analista da corretora Ativa, diz que o ano vai ser complicado para a construção civil em razão do baixo crescimento do país, alta dos juros e "inflação que cisma em bater no topo da meta".

Mirella Parpinelli, diretora da imobiliária Lopes, também diz não ver, em geral, espaço para aumento. "Com terrenos caros e sem alívio nos custos de construção, os preços dos imóveis não tendem a cair em 2014."

O presidente do Secovi-SP, Claudio Bernardes, estima que os lançamentos e as vendas manterão o patamar de 2013. Segundo ele, as empresas já começam a retomar os lançamentos, algo que deverá ser sentido nos números dos próximos meses.

(DV) 



 
"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

No Events

Partners and Affiliations

Partners

 
Sinduscon Chapecó
Sinduscon – Grande Florianópolis
Sinduscon-PA
Sinduscon Sul – MT
Sinduscon-RS
Sinduscon-PE
SECOVI-PR
Sinduscon – Vale do Piranga
ASEOPP
Ademi – PR
Sinduscon-MS
Sinduscon-GO
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X