Logo da CBIC

CBIC`s Agency

26/07/2011

CNI prevê déficit histórico para setor de manufaturados

"Cbic"
26/07/2011 :: Edição  143

 

Jornal O Estado de S. Paulo/BR 26/07/2011
 

CNI prevê déficit histórico para setor de manufaturados

Avanço das economias asiáticas e valorização do real prejudicam o segmento; rombo deverá ser de US$ 51,1 bilhões

 Uma semana antes de o governo anunciar medidas que devem aumentar a competitividade do setor, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) apresentou ontem uma projeção de déficit comercial de US$ 51,1 bilhões no segmento de manufaturados este ano, o maior da história. Com o avanço das economias asiáticas e a valorização do real, a indústria da transformação brasileira vem perdendo espaço ano a ano no comércio exterior, mas o baque em 2011 será maior, segundo a entidade.
 Há cinco anos, o saldo comercial desse segmento – que desconsidera construção civil, setor extrativo e serviços de utilidade pública – ainda era robusto, segundo a CNI, apresentando superávit de US$ 30,4 bilhões. Em 2007, o resultado já foi menor, ficando positivo em US$ 19,5 bilhões. Mas com a crise financeira internacional, as compras passaram a superar cada vez mais as vendas.
 Em 2008, a conta ficou no vermelho em US$ 6,2 bilhões, passou para US$ 7 bilhões negativos em 2009 e atingiu patamar recorde no ano passado, com um déficit de US$ 33,5 bilhões. "De 2005 para cá, a valorização (do real) foi de mais de 35% e não foi mitigada por mudanças sistêmicas que compensassem essa diferença, como burocracia, encargos e uma série de outras variáveis, como a desoneração da folha de pagamentos", comparou o gerente executivo da Unidade de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco.
 Medidas potentes. Por isso, a entidade está tão ansiosa com o pacote de estímulo à indústria que será conhecido na próxima terça-feira. "Esperamos um pacote de medidas efetivas e potentes para que o setor possa lidar com a perda da competitividade no País nos últimos anos", comentou Castelo Branco.
 Em São Paulo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, não quis detalhar o pacote e disse apenas que as medidas estimularão investimentos e ajudarão na competição de produtos importados no País. O ministro enfatizou, porém, que "nas próximas semanas" haverá novidades sobre a desoneração da folha e que poderá também tomar novas medidas para impedir a valorização cambial.
 O economista chefe do Banco Fator, José Francisco Lima Gonçalves, salientou que o desconforto da indústria é legítimo, pois a dificuldade encontrada hoje no cenário externo é real. Mas acredita que o setor deverá comemorar os incentivos a serem apresentados pelo governo. "O patamar atual do câmbio não é permanente, mas será perigoso se o governo resolver ajustar a economia toda a essa taxa", considerou.
 Para o economista, com a situação externa incerta, principalmente na Europa e nos Estados Unidos, mexer no câmbio no Brasil agora seria adicionar dúvidas a um quadro já de muitas incógnitas. "E quando o dólar voltar a subir, faremos o quê?", questionou, acrescentando que isso poderá se refletir negativamente na conta corrente e na inflação.
 > Queda
 US$ 19,5 bi foi o superávit do setor há quatro anos. Mas, no ano seguinte, a conta ficou no vermelho em US$ 6,2 bilhões
 

"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

26oct10:0011:30Webinar - Ciclo de Debates Regionais - Nova Lei Geral do Licenciamento Ambiental – Região Sudeste10:00 - 11:30 Via Zoom

Partners and Affiliations

Partners

 
Sinduscon-JP
Sinduscon-Norte/PR
Sinduscon-AC
Sinduscon-TO
Sinduscon-RS
Sinduscon-BNU
SINDUSCON SUL CATARINENSE
Sinduscon – Grande Florianópolis
Sindicopes
Sinduscom-VT
APEOP-SP
Sinduscon-Brusque
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X