Logo da CBIC

CBIC`s Agency

15/08/2011

Casarões serão transformados em habitações

"Cbic"
15/08/2011 :: Edição 157

 

Jornal O Globo/BR 14/08/2011
 

Casarões serão transformados em habitações

 Projeto da Secretaria de Urbanismo prevê a revitalização e a inclusão de imóveis no Minha Casa, Minha Vida

 
 A Secretaria municipal de Urbanismo pretende restaurar casarões abandonados, a fim de transformá-los em habitações populares. Até agora, já foram mapeados sete imóveis, localizados nos bairros de São Domingos e do Ingá. Pela avaliação do órgão, todos têm potencial para revitalização e podem abrigar famílias de baixa renda.
 O projeto está em fase de elaboração e será encaminhado ao Ministério das Cidades. A intenção é incluir os casarões em algum programa habitacional, como o Minha Casa, Minha Vida. A restauração de pelo menos quatro imóveis consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2012), que aponta as metas prioritárias do Executivo para a administração do próximo ano.
 Problema social ainda precisa ser resolvido
 Segundo a secretária municipal de Urbanismo, Christina Monnerat, o projeto ainda está em fase inicial. A execução das obras depende de liberação de verba federal.
 – Temos que fechar os projetos de restauração e encaminhá-los ao governo federal para conseguirmos a verba. Ainda temos muito trabalho pela frente, porque é um programa embrionário, novidade para nós – diz.
 Os imóveis mapeados pela Secretaria de Urbanismo estão localizados nas ruas São Sebastião 159; Guilherme Briggs 5; Passo da Pátria 48; Presidente Domiciano 98; General Osório 13 e 27; e na Avenida Visconde do Rio Branco 891. Sobre os três últimos, a prefeitura informou que existe interesse na preservação.
 Segundo o Executivo, como os projetos ainda serão desenvolvidos, ou seja, todos os dados estão sendo levantados, não há mais detalhes no que diz respeito a valores e prazos.
 O projeto de revitalização dos casarões, além do caráter urbanístico e cultural, tem cunho social. A intenção da Secretaria de Urbanismo é que as próprias famílias invasoras tenham a oportunidade de regularizar a situação e permanecer morando nas casas.
 Por isso, a prefeitura realizou um cadastro socioeconômico dos moradores e agora estuda se a regularização dos imóveis se dará em forma de doação aos invasores ou por meio de pagamento de mensalidades. Nesse caso, os casarões poderiam ser inseridos no programa habitacional Minha casa, Minha Vida, do governo federal. Os atuais moradores teriam prioridade na aquisição das unidades.
 – Fizemos um cadastro das famílias que estão ocupando alguns desses casarões. Temos que pensar nessas pessoas, porque a situação é complexa. A ideia é que elas continuem morando nesses locais. Quem tiver condições pode comprar pelo financiamento do governo. Mas ainda estamos definindo esses critérios – afirma a secretária de Urbanismo.
 O projeto de transformar casarões em habitações sociais ainda é experimental. Mas, segundo a secretária, a ideia é, futuramente, expandi-lo para outras localidades.
 – A demanda é muito grande na cidade toda. Mas decidimos nos concentrar nesses sete casos e fechar o projeto. Se tudo der certo, outros imóveis serão contemplados – conclui Christina Monnerat.
"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

No Events

Partners and Affiliations

Partners

 
Sinduscon-MA
Sinduson – GV
SECONCI BRASIL
Sinduscon Anápolis
Sinduscon-PA
Sinduscon-SM
FENAPC
Sinduscon-JP
Sinduscon-BNU
Sinduscon-MS
ASEOPP
Sinduscon-Joinville
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X