Logo da CBIC

Agência CBIC

10/02/2021

Câmara recebe pedido de urgência por mudanças urbanísticas no Rio

O presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, Rafael Aloisio Freitas (Cidadania), recebeu ,no dia 9 de fevereiro, representantes dos setores imobiliário e de construção civil, que apresentaram um estudo comparativo entre a legislação aplicada no setor adotada na capital paulista e no município do Rio. As diferenças, na avaliação dos estudiosos, é um dos principais empecilhos para a retomada do crescimento econômico da cidade.

“Foi uma reunião excelente, com setores que serão fundamentais para a nossa retomada econômica. Na comparação com São Paulo, eles mostraram o quanto precisamos avançar para que tenhamos novamente uma economia mais aquecida e dinâmica. Trouxeram essas demandas para que a Câmara possa ser protagonista no que diz respeito à legislação, para gerar não só emprego e renda para os cariocas, mas também arrecadação para a Prefeitura”, destacou Rafael Aloisio.

O presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-RJ) e vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-Rio), Claudio Hermolin, também considerou o encontro muito produtivo, tanto para o setor quanto para o futuro da economia carioca.

“Toda a oportunidade que temos de criar um canal de diálogo com o Legislativo é fundamental, para que possamos explicar os desafios que temos e o quanto podemos transformar novamente os setores imobiliário e o da construção civil nas principais locomotivas de retomada da economia e geração de emprego e renda”, explicou Hermolin.

Um dos pontos principais da reunião foi o Projeto de Lei Complementar 136/2019, que permite a reconversão de imóveis protegidos para uso residencial, uma medida que revolucionaria regiões da cidade como o Centro e a Zona Norte.

“Esse projeto está na Câmara desde 2019 e não pode ficar esquecido. Precisa ser reativado, rediscutido e adaptado de acordo com as necessidades. Nosso mercado, diferentemente de outros tantos, reage a médio e longo prazo. Nosso ciclo é longo. No momento em que há mudança da legislação, ainda se espera muitos meses para que tenha impacto positivo na geração de novas licenças, empreendimentos e empregos. A urgência, portanto, é enorme”, disse João Manuel Fernandes, presidente do Sinduscon.

Também participaram da reunião o presidente da Câmara, Carlo Caiado (DEM), o líder do governo, Thiago K. Ribeiro (DEM), o relator da Comissão, Pedro Duarte (Novo) e os vereadores Dr. Jairinho (Solidariedade), Wellington Dias (PDT), Vitor Hugo (MDB), Lindbergh Farias (PT) e Carlos Bolsonaro (PRB).

(Com informações da Ademi-RJ e Sinduscon-Rio)

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Março/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
ADIT Brasil
Sinduscon-Mossoró
Sinduson – GV
APEMEC
Sinduscon-BA
Ademi – PE
SECONCI BRASIL
Sinduscon-SM
Sinduscom-NH
AEERJ – Associação das Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro
Sinduscon – Lagos
FENAPC
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet diyarbakır escort escort istanbul mersin escort mecidiyeköy escort çeşme escort
X