Logo da CBIC

Agência CBIC

29/01/2015

CALOR INTENSO, PARADA TÉCNICA

"Cbic"
29/01/2015

Zero Hora

CALOR INTENSO, PARADA TÉCNICA

TRABALHO NO CANTEIRO DE OBRAS TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL ganham direito a um descanso de 15 minutos quando a temperatura na obra alcançar 34ºC. Medida também prevê espaço com água, cadeiras e ventilação Quando os termômetros alcançarem 34ºC, trabalhadores da construção civil terão o direito de uma parada de 15 minutos para repouso, a cada hora de atividade. A partir de 36ºC, a pausa será de 30 minutos, sem prejuízo do intervalo na jornada para repouso e alimentação.

 A novidade faz parte de um termo de compromisso assinado nesta semana entre o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil (Sticc/Porto Alegre) e o Sindicato da Indústrias da Construção Civil (Sinduscon-RS), que prevê a redução do chamado estresse térmico. A iniciativa vale para todos os municípios atendidos pelo Sticc, e é uma preparação para a norma NR15 (anexo 3), que estabelece limites de tolerância para exposição ao calor. O termo vale até 31 de março, quando a norma passará a vigorar.

 Conforme o termo, os canteiros de obra deverão dispor de locais para descanso dos trabalhadores nos dias em que forem constatadas situações de calor excessivo por exposição direta ao sol. O local deverá ter cadeiras ou bancos confortáveis e bebedouro que garanta água fresca e à vontade, para hidratação constante. Também deverão ser instalados ventiladores com capacidade proporcional ao local a ser ventilado, para manter as condições de conforto térmico, reduzindo a umidade corporal.

 O desenvolvimento das atividades sem necessidade de intervalos de repouso e recuperação térmica ocorrerá até a temperatura de 33,9ºC. No entanto, as empresas devem informar aos trabalhadores quanto ao direito de interromperem a jornada em caso de desconforto térmico muito intenso.

 Com esse termo, é reconhecida a importância dos trabalhadores da construção civil. É uma melhoria que garante segurança e saúde, um benefício necessário   afirma o presidente do Sticc, Valter Souza.

 No Rio Grande do Sul, há 161 mil trabalhadores da construção civil. Só em Porto Alegre, são 54 mil colaboradores.

 ROBERTA SCHULER



"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Outubro/2020

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

30Out10:0012:30Roadshow: formação de preços e relações contratuais10:00 - 12:30 Mato Grosso do Sul - Online

30Out16:0017:30Webinar Coleta e Apuração do Índice Nacional de Custo da Construção - INCC/FGVV16:00 - 17:30 Via Zoom

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-PA
Sinduscon-Vale do Itapocu
Sinduscon-MA
Sinduscon – Lagos
Ademi – PR
Sinduscon – Vale do Piranga
Ademi – GO
ASSECOB
AELO
Sinduscom-VT
Sinduscon-TAP
SECOVI-PR
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X