Logo da CBIC

AGÊNCIA CBIC

15/04/2024

Caixa prevê suplementação para habitação de R$20 milhões sobre o orçamento de R$105,6 bilhões do FGTS

O cenário do FGTS para financiamento habitacional, assim como resultados da Caixa Econômica Federal e seu planejamento para o financiamento em Pernambuco foi tema da reunião ocorrida nesta segunda-feira, 15, na sede do Sinduscon-PE, com a participação dos vice-presidentes da Caixa, Inês Magalhães (Habitação) e Pedro Freitas (Agente Operador), e da superintendente nacional FGTS, Cintia Teixeira, entre outros membros do staff nacional do banco.

De acordo com Inês Magalhães, o orçamento do FGTS para habitação, hoje estipulado em R$105,6 bilhões, deve ser suplementado em quase R$20 bilhões no segundo semestre. Em sua apresentação foram destacados números relacionados a um dia de trabalho na Caixa e seu impacto na luta contra o déficit habitacional. De acordo com o material, um dia significa 2.777 contratos novos, R$792 milhões em financiamento, 245 mil simulações no site, 5.413 atendimentos digitais, 11 novos canteiros de obras e 1.955 avaliações da engenharia.

Em Pernambuco, especificamente, são 57 novos contratos por dia, R$14,1 milhões em financiamento e 5,8 mil simulações no site. A apresentação apontou ainda que são colocadas em construção 410 unidades habitacionais por dia, no estado, através de recursos da Caixa.

Pedro Freitas, por sua vez, reforçou a importância de priorizar o uso desse funding para habitação e infraestrutura, solicitando ainda o apoio das entidades, Sinduscon-PE e Ademi-PE, promotoras do evento de forma conjunta, nessa defesa. “É o principal funding da habitação do país, o FGTS. A gente precisa ser uma voz mais ativa em defesa deste uso”, comentou o vice-presidente.

Em sua apresentação, Cintia Teixeira informou que o orçamento do FGTS deste ano destinado à concessão de financiamentos habitacionais tem estimativa de financiar 506 mil unidades. A superintendente Nacional FGTS trouxe para a reunião uma discussão cada vez mais importante, que é o impacto da saída de recursos do Saque Aniversário no Orçamento de aplicação em habitação. “Caso não existisse o saque aniversário, o valor de orçamento de aplicação em Habitação poderia ter sido incrementado em R$ 58,7 bilhões”, disparou. Ainda de acordo com sua avaliação, foram R$5,6 que o FGTS deixou de arrecadar, com os empregos que deixaram de ser gerados.

O encontro contou também com a participação da equipe pernambucana da Caixa, entre eles, o superintendente regional, Paulo Nery, e o superintendente de Habitação, Marcelo Maia. Da parte do Governo do Estado, prestigiaram o evento o diretor-presidente da Cehab, Paulo Lira, e o secretário executivo de Desenvolvimento Urbano e Habitação, André Fonseca.

Para o presidente do Sinduscon-PE, Antônio Cláudio Couto, o objetivo maior do evento foi o “afinamento” entre a instituição bancária e o setor da construção civil pernambucano. Antônio Cláudio também defendeu a prioridade do investimento dos recursos do FGTS para habitação e infraestrutura. “São milhares de empregos gerados, diretos e indiretos, a cadeia produtiva do setor gira mais rápido, fomentando a economia, e o governo em suas diversas esferas se capitalizam para desenvolver mais ações em prol do cidadão através da arrecadação de impostos”, considera ele. “Por outro lado, no Saque Aniversário, por exemplo, o trabalhador fica com a menor parte do valor, apenas 30%, enquanto os 70% restante é juros, se tornando um valor estéril do ponto de vista de geração de emprego e renda”, completa.

A vice-presidente do Sinduscon-PE, Betinha Nascimento, também vice-presidente da CBIC, ficou encarregada por reforçar essa batalha no cenário nacional, através da atuação da Câmara. Durante a conversa com a Caixa, Betinha Nascimento reforçou também a importância de políticas mais inclusivas para aqueles que possuem apenas renda informal, uma situação comum na região Nordeste do país.

Ao final da apresentação, foi aberto espaço para os construtores associados das duas casas fazerem suas perguntas aos representantes da Caixa.

COMPARTILHE!

Maio/2024

Parceiros e Afiliações

Associados

 
APEOP-PR
Abrainc
Ademi – GO
Sinduscon-MG
Sinduscon-AM
Sinduscon-GO
Sinduscon-Vale do Itapocu
Sinduscon-JP
SECOVI-SP
Sinduscon-Caxias
ADIT Brasil
Sinduscon-AL
 

Clique Aqui e conheça nossos parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 

Parceiros

 
Multiplike
Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea