Logo da CBIC

Agência CBIC

11/08/2011

Brasil terá Parque de Inovação e Sustentabilidade

Parceria com o Building Research Establishment, do Reino Unido, viabilizará a criação de um parque tecnológico, em Brasília, que promete impulsionar a transformação da indústria da construção no País

A inovação tecnológica tornou-se nos últimos anos um diferencial decisivo quanto ao nível de competitividade e produtividade das empresas. No caso da indústria da construção, a adoção de novos produtos, métodos construtivos ou modelos de gestão, podem proporcionar às empresas maior eficiência no uso de insumos, diminuição do tempo de produção, maior velocidade de resposta às adversidades, redução do custo final do produto ao consumidor, entre outros ganhos. Este avanço tem como foco principal a melhoria do conforto para a população. Para a cadeia produtiva da construção, a introdução de inovações tecnológicas aliada a critérios de sustentabilidade, representa a oportunidade de uma mudança de paradigma. A expectativa é de que, no futuro próximo, o setor possa tornar-se uma atividade com baixo impacto ambiental, com trabalhadores qualificados e com um ritmo industrial de produção.

No sentido de contribuir com o desenvolvimento de novos métodos construtivos e aumentar a difusão da inovação e da sustentabilidade junto a todo o universo de empresas da indústria da construção, será instalado no Brasil o primeiro Parque de Inovação e Sustentabilidade do Ambiente Construído (PISAC). A criação desse centro de desenvolvimento e pesquisa é resultado de uma parceria entre o setor produtivo (representado pela CBIC); o Laboratório do Ambiente Construído, Inclusão e Sustentabilidade da Universidade de Brasília (LACIS -UnB); o Governo do Distrito Federal; o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e a empresa inglesa Building Research Establishment (BRE) que tem mais de 90 anos de experiência em desenvolvimento de pesquisa e inovação na área da construção.

Nesta quinta-feira, 11 de agosto, foi assinado um protocolo de intenções entre as diferentes organizações envolvidas no projeto. O evento ocorreu dentro do 83º Encontro Nacional da Indústria da Construção – ENIC, em São Paulo. 

Parceria

Para o presidente da CBIC, Paulo Simão, a parceria com o BRE surge em um momento estratégico para o setor. “A construção civil brasileira está vivendo um período excepcional. Estamos a pleno vapor. A expertise do BRE aliada à maturidade dos nossos profissionais ajudará o setor a crescer de forma sustentável. Investir em tecnologia é sem dúvida alguma o melhor caminho para enfrentar desafios como o aumento da produtividade e a falta de mão de obra”, diz.

Simão explica ainda que para alcançar as metas de produção de moradias de interesse social no país e de criação de infraestrutura, é urgente a necessidade de se investir na implantação de espaços de pesquisa e desenvolvimento, permitindo, além da redução dos impactos ambientais da atividade, um fortalecimento de novos mercados. “Estamos muito felizes com a assinatura desse protocolo de intenções de cooperação técnico-científica, que inclusive agradou à presidenta da República, Dilma Rousseff, e ao ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante, que apoiaram a iniciativa desde o momento que souberam do projeto”, complementa o presidente da CBIC.
Para o diretor executivo do BRE, Peter Bonfield, a vinda do BRE para o Brasil está sendo viabilizada devido aos esforços e empenho dos governos britânico e brasileiro, da CBIC e da Universidade de Brasília. “O Parque representa uma enorme oportunidade para pesquisa e desenvolvimento através da demonstração tangível de inovação e cooperação técnica entre nossos países. Estamos muito animados com PISAC”, comemora ele.

Em Londres, o parque tecnológico já instalado é uma pequena vila, com dez casas, onde são feitas simulações de tecnologias de adaptação para os efeitos das mudanças climáticas a fim de testar a resistência dos mais variados materiais, além de experimentar diferentes modelos construtivos que contemplem os conceitos de sustentabilidade e inovação.

No Brasil, a estrutura do PISAC será semelhante. A missão do parque, segundo o consultor sênior do BRE, Orivaldo Barros, será a de ampliar as fronteiras da sustentabilidade no Brasil e viabilizar o desenvolvimento de comunidades verdadeiramente sustentáveis.

A principal meta do projeto é fazer desse parque tecnológico um espaço para demonstração de novos métodos de construção e de tecnologias que sejam inovadoras, verdadeiramente sustentáveis, a preços acessíveis. “O PISAC é um exercício concreto de pesquisa aplicada que integra responsabilidades, recursos e soluções tecnológicas como vetor de inovação e transformação, contribuindo para o desenvolvimento da cadeia produtiva da indústria da construção no Brasil”, comenta Raquel Naves Blumenschein, coordenadora do Lacis da Universidade de Brasília.

Mais informações:

Mariana Spezia – 61 8112-5400 (redacao@cbic.org.br)
Renato Ferreira – 61 8111-3471 (assessoria.comunicacao@cbic.org.br)
Sandra Bezerra – 61 8213-6194 (comunica@cbic.org.br)
Carlos Ely – 61 8132-8832 (jornalista@cbic.org.br)

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Outubro/2020

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

30Out10:0012:30Roadshow: formação de preços e relações contratuais10:00 - 12:30 Mato Grosso do Sul - Online

30Out16:0017:30Webinar Coleta e Apuração do Índice Nacional de Custo da Construção - INCC/FGVV16:00 - 17:30 Via Zoom

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-Oeste/PR
Sinduscon-BC
Sinduscon – Grande Florianópolis
Sinduscon-MT
Sinduscon-Teresina
Sinduscon-Vale do Itapocu
Abrainc
Sinduscon-JP
Sinduscon-AM
Sinduscon-CE
Sinduscon – Vale
ASEOPP
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X