Logo da CBIC

Agência CBIC

19/04/2011

Brasil deve aumentar verbas para inovação

 

19/04/2011 :: Edição 081

Jornal Brasil Econômico/BR – 19/04/2011
brasil deve aumentar verbas para inovação


Cláudia Bredarioli e Amanda Vidigal Amorim

Além de mais recursos, incentivo à geração de conhecimento requer aumento de
parcerias entre empresas e universidades

A economia aquecida e o destaque do Brasil no mercado externo ajudam a
chamar a atenção para as oportunidades dentro de ensino, pesquisa e tecnologia.
É neste contexto que as iniciativas em inovação têm ganhado espaço no governo,
nas universidades, nas empresas e nos intitutos de pesquisa, fortalecendo a
tendência de que esse espaço de discussão seja convertido em ações e aumento de
verba para a inovação tecnológica no país.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, por exemplo, chegou
a dizer que em vez de o governo destinar R$ 40 millhões ao longo de três anos,
como o fez por meio do PAC de
Tecnologia, essa deveria ser a verba disponível anualmente. Ele reconheceu a
necessidade premente de aumento da destinação de recursos para a ciência e
disse que, limitar os recursos é ruim, visto que essas pesquisas são essenciais
para o futuro do país.

Na semana passada, o ministro anunciou que o governo estuda a criação de quatro novos fundos setoriais para
ciência, tecnologia e inovação, pelo menos um deles a ser financiado com
tributação sobre automóveis que não usam biocombustíveis. Os fundos, segundo
ele, usariam recursos do setor financeiro, da indústria automotiva, da
mineração e da construção civil.

O problema, conforme pontua Isa Assef, presidente da Associação Brasileira
das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (Abipti), é que ainda falta
gestão adequada dos recursos e, principalmente, fortalecimento da relação entre
institutos de pesquisa, academia e empresas para aplicação das verbas em
inovação.

"O Brasil vive uma situação muito diferente dos Estados Unidos, por
exemplo, onde os empresários investem nas universidades.

O governo precisa agir para induzir movimentos como este no país. A Lei da
Informática é um exemplo de como isso é possível", afirma Isa.

Para propor melhorias nesse contexto, a Abipti vai realizar um encontro com
seus mais de 200 associados no dia 27 para redigir um documento com propostas a
serementregues ao Ministério da Ciência
e Tecnologia
(MCT). Segundo Isa, entre os tópicos a serem tratados estão
a revisão dos marcos regulatórios legais para financiamentos, a necessidade de
mais agilidade na liberação de recursos e a permissão de uso das verbas para
pagamento de pessoal das próprias instituições de pesquisa (atualmente, o
dinheiro só pode ser destinado ao pagamento de terceiros).

Mas o Brasil tem histórias de sucesso de iniciativas em inovação.

A Universidade de Campinas (Unicamp), por exemplo, destaca- se como modelo
que se traduz em uma nova fonte de receitas para a instituição por meio de
royalties. No ano passado, a universidade alcançou a marca de 600 famílias de
patentes registradas.

Ao longo dos últimos cinco anos, essas patentes renderam R$ 1,3milhão em
licenciamentos.

Apenas em2010, foram 43 patentes registradas, o maior número durante um ano.
Em 2009, a Unicamp havia recebido R$ 5,5 milhões em verbas de convênios para
sua agência de inovação, a Inova.

A receita de royalties ainda é inconstante. No ano passado, foi de R$
191.681,57. Em 2007, os licenciamentos chegaram a render quase R$ 305 mil (veja
tabela). A queda, segundo Roberto Lotufo, diretor-executivo da Inova, se deve à
dificuldade de encontrar empresas dispostas a comercializar ou investir em
projetos ainda em fase inicial."Quando se deposita uma patente, a pesquisa
na maioria das vezes está em fase inicial. Isso dificulta a universidade ou o
próprio pesquisador a encontrar empresas que queiram investir nesses
projetos." A queda nos últimos anos deve ser revertida com a construção de
um novo centro de inovação dentro da universidade, que poderá render novas
pesquisas e empresas – uma estrutura passível de ser copiada por outras
instituições do país.


"banner"  
"banner"  
"banner"  
"banner"  


"Cbic"

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
AELO
Ademi – PR
Ademi – SE
Ademi – ES
Abrainc
Sinduscon-MA
Ademi – GO
Sinduscon-DF
Sinduscon PR – Noroete
Sinduscon-RR
Sinduscon-AP
Sinduscon – CO
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X