Logo da CBIC

Agência CBIC

11/06/2012

Bancos têm linhas para reforma e construção

"Cbic"
11/06/2012 :: Edição 335

 

O Estado de S. Paulo/BR 10/06/2012
 

Bancos têm linhas para reforma e construção

Crédito é de até R$ 500 mil e pode ser pago em 30 anos. Taxa é de 1,53 a 2,39% ao mês

 Depois de abrir o leque de op- ções de financiamentos para a compra de um imóvel,as instituições financeiras também começaram a intensificar as opções de crédito para reformar e construir uma casa. Há linhas de cré- dito que possibilitam um empréstimo de até R$ 500 mil para tocar a obra. As taxas vão de 1,53% a 2,39% ao mês.
 Se a linha escolhida contar com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), as taxas podem chegar a 5% ao ano.
 Após passar por um período de teste de um ano, o Banco do Brasil começou a oferecer, em abril, uma linha de crédito para a compra de material para a construção. Trata-se do BB crediário material de construção, um cartão que, além das opções débito e crédito, traz a opção crediário com um limite pré-aprovado.
 O cartão pode ser usado em todos os estabelecimentos do ramo da construção e móveis que possuem terminais Cielo . O consumidor não precisa usar o limite pré-aprovado em uma única compra.  A linha possibilita que o consumidor tenha maior poder de barganha para negociar o preço do material já que, com o crédito, pode pagar toda a compra à vista , comenta o diretor da área de empréstimos e financiamentos do banco , Marcelo Augusto Dutra Labuto.
 O crediário pode ser pago em até 60 meses eas taxas variam de 1,60% a 1,98% ao mês.  São taxas mais atrativas do que as praticadas por financeiras que normalmente têm convênio com grandes redes de material de construção , afirma o diretor.
 Segundo ele, em um ano, a linha passou do limite diário de R$ 300 a R$ 400 mil para de R$ 3 milhões a R,8 milhões. O consumidor está percebendo que há mais opções de crédito e está começando a contratar , diz.
 Quem também oferece algumas linhas de crédito para a construção e reforma da casa é a Caixa Econômica Federal. Além das cartas de crédito oferecidas com recursos do FGTS, a instituição também oferece o cartão de crédito Construcard.
 De acordo como gerente regional do banco, Nedio Henrique Rosselli Filho, só em 2011 foram mais de 363 mil contratos assinados. Até abril deste ano foram 80 mil. As taxas vão de 1,96% para clientes do banco a 2,35% para não clientes. O limite é analisado caso a caso.  É um cartão de crédito com limite pré-aprovado. A maior vantagem é que o consumidor não precisa usar o limite em uma só vez. É possível comprar em mais de uma loja no prazo de dois a seis meses.  O cartão pode ser usado em estabelecimentos conveniados com o banco. Segundo Rosselli Filho, a maioria das redes já aceita esta forma de pagamento.
 Os bancos Itaú e Santander também oferecem linhas de crédito para esta finalidade. No primeiro, é possível financiar material em até R$ 300 mile pagar em 60 meses com taxas a partir de 2,39% ao mês. No segundo, o limite de financiamento é de até R$ 500 mil, o prazo é de 15 anos e a taxa é de 1,53% ao mês.
 ——————————————-
 Fácil acesso
 MARCELO AUGUSTO DUTRA LABUTO
 DIRETOR DAS ÁREAS DE EMPRÉSTIMO E FINANCIAMENTO DO BANCO DO BRASIL
 São taxas mais atrativas do que as praticadas por financeiras que normalmente têm convênio com grandes redes de material de construção
 ——————————————
"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-Caxias
Sinduscon – Vale do Piranga
Sinduscon – Norte
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
Ademi – SE
Abrainc
Sinduscom-NH
APEOP-PR
Sinduscon-DF
FENAPC
AELO
Sinduscon-RN
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X