Logo da CBIC

CBIC`s Agency

22/07/2011

Banco do Brasil quer crescer no setor imobiliário

"Cbic"
22/07/2011 :: Edição  141

 

Jornal do Commercio PE/PE 22/07/2011
 

Banco do Brasil quer crescer no setor imobiliário

Os construtores locais e representantes dos órgãos do setor de outros Estados se reuniram, ontem, na sede do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Pernambuco (Sinduscon) para ouvir as pretensões do Banco do Brasil no mercado de financiamento imobiliário. O BB, que hoje ocupa a quinta posição entre os bancos no ranking do crédito para a casa própria, quer ficar entre os três maiores financiadores do setor.
 O gerente do Mercado Imobiliário do BB, José Henrique Silva, fez questão de dizer que o banco não vem para competir com a Caixa Econômica Federal, líder do setor, e sim para ajudar na realização do Minha Casa, Minha Vida 2 e disponibilizar mais uma opção para a população e as construtoras.  Queremos ter um canal aberto de negociação e apresentar as nossas linhas de crédito , garante.
 Entretanto, durante a reunião, que também contou com presença dos diretores da Caixa, o clima de competição ficou evidente. Os construtores deixaram claro que o BB tem muito o que melhorar no que se refere ao financiamento imobiliário.
 Primeiro, as empresas acham que o banco chega a ser mais burocrático do que a Caixa. Segundo, a central de análise documental do financiamento habitacional fica em São Paulo. Ou seja, todos os documentos dos mutuários e das construtoras são enviados para serem analisados bem longe de onde o imóvel está localizado. Isso deixa o processo de aprovação mais burocrático.
 Além disso, ao contrário da Caixa, o BB não tem correspondentes bancários voltados para o crédito para a casa própria dentro das construtoras e das imobiliárias.  Vamos investir no treinamento dos nossos funcionários e nos correspondentes. Queremos financiar 37 mil unidades dentro do Minha Casa, Minha Vida este ano, para os mutuários com renda de três a dez salários mínimos. Isso é só o começo , informa José Henrique Silva.
 HABITAÇÃO
 A reunião também serviu para que a Caixa explicasse as novas regras do Minha Casa, Minha Vida 2 para as construtoras. Essas, por sua vez, estão insatisfeitas com as mudanças no programa.  As casas ficarão com uma melhor qualidade com piso de cerâmica e azulejo na cozinha e no banheiro, mas os projetos não têm viabilidade econômica. O governo federal ainda paga muito pouco para as construtoras. Algumas obras estão difíceis de serem concluídas , lamenta o presidente do Sinduscon, Gustavo de Miranda.
 Segundo ele, o governo federal deveria aumentar o subsídio dado à população de baixa renda que hoje é de no máximo R$ 17 mil, em Pernambuco. O mesmo valor do início do programa em 2009.
 O programa anda devagar aqui. Tem obra contratada no ano passado que ainda nem começou. É tudo muito devagar , afirma. As novas regras do Minha Casa, Minha Vida começam a valer a partir de 1º de janeiro do próximo ano.

"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Construction Agenda

october/2020

Filter Events

mon

tue

wed

thu

fri

sat

sun

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

20octallday22allday1° Evento de Construções Sustentáveis da 9ª Fiema Brasil - Feira de Negócios, Tecnologia e Conhecimento em Meio Ambiente(All Day) Bento Gonçalves - RS

Partners and Affiliations

Partners

 
ASSECOB
FENAPC
Sinduscon-ES
Sinduscon-RO
Sinduscon-BNU
Sicepot-RS
Sinduscon-RIO
Sinduscon Anápolis
Sinduscom-NH
Sinduscon-CE
Sinduscon – Foz do Rio Itajaí
Sinduscon-RS
 

Click Here and check our partners

Affiliations

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X