Logo da CBIC

Agência CBIC

04/05/2012

Banco do Brasil e Caixa reduzem suas taxas

"Cbic"
04/05/2012:: Edição 309

 

O Globo/BR 04/05/2012
 

Banco do Brasil e Caixa reduzem suas taxas

Feirão de 45 mil imóveis começa hoje com financiamentos mais baratos. BB vai anunciar novos cortes de juros  

O DILEMA DOS JUROS
 
 A Caixa Econômica Federal realiza de hoje a domingo o Feirão Caixa da Casa Própria, no Pavilhão 2 do Riocentro. Serão 29.087 imóveis na planta e 4.172 novos prontos, além de 12.906 usados. O imóvel de menor preço custará R$ 75 mil, e o mais caro, até agora, sairá a R$ 5 milhões – as construtoras participantes têm até hoje para acrescentarem imóveis à lista. Já o Banco do Brasil (BB) anuncia hoje a terceira rodada de cortes de juros em suas linhas de crédito em menos de um mês, após o lançamento, no início de abril, do programa batizado de "Bom para Todos", disse ontem o vice-presidente de Negócios de Varejo, Alexandre Abreu, durante a divulgação dos resultados do banco no primeiro trimestre. Abreu não especificou os cortes.
 A superintendente da Caixa no Rio, Nelma Souza Tavares, ressaltou que todas as operações do Programa Caixa Melhor Crédito poderão ser realizadas durante o feirão. Os juros na compra de imóveis com valor até R$ 500 mil (dentro do Sistema Financeiro da Habitação) baixaram para entre 7,8% e 9% mais TR ao ano – a taxa varia de acordo com o nível de relacionamento do mutuário com o banco. Para a compra de imóveis com valor acima de R$ 500 mil, a taxa também caiu e varia de 8,8% a 10% mais TR ao ano. E, na Carta de Crédito FGTS, voltada para a baixa renda, a nova taxa de juros vai de 4,5% a 8,4% mais TR ao ano.
 Seguindo orientação do governo, o BB iniciou em abril o movimento de cortes de juros no setor bancário nacional. Em seguida, a Caixa fez o mesmo. Pressionados, os bancos privados também cortaram suas taxas para não perder participação de mercado nem clientes para os concorrentes públicos. O resultado dessa iniciativa para o BB, segundo Abreu, foi um expressivo aumento nos empréstimos do banco. Considerando as diferentes linhas de financiamento para pessoa física, a média diária de desembolsos em novas operações do BB cresceu 48,16% nos últimos 20 dias, passando de R$ 190,5 milhões, antes do corte, para R$ 288,5 milhões. Já os desembolsos em operações para empresas cresceram 20% na mesma comparação.
 – Estamos bastante otimistas, e há uma clara elevação nos desembolsos do banco, o que deve levar à melhoria dos nossos resultados – disse o vice-presidente de gestão financeira do BB, Ivan Monteiro, acrescentando que os desembolsos em operações de financiamentos para empresas cresceram 20% na mesma comparação.

"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
ADEMI – BA
Sinduscon-PE
Sinduscon – Lagos
Sinduscon-Caxias
Sinduscon – CO
Sinduscon-ES
Sinduscon-BA
Sinduscon-AM
Sinduscon-RR
SECOVI-SP
Sinduson – GV
Sinduscon-Mossoró
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X