Logo da CBIC

Agência CBIC

07/08/2020

Aumentos da energia elétrica e da gasolina elevam inflação em julho

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado nesta sexta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aumentou 0,36% em julho em relação ao mês anterior. “Essa é a maior alta do indicador oficial de inflação no País para um mês de julho, desde julho de 2016 (0,52%)”, destaca a economista do Banco de Dados da Câmara Brasileia a Indústria da Construção (CBIC), Ieda Vasconcelos.

Com esse resultado, o IPCA acumulou alta de 0,46% nos primeiros sete meses do ano e, em 12 meses, 2,31%. O centro da meta da inflação para 2020 é 4%, com intervalo de tolerância de menos 1,5% e de mais 1,5%. Assim, apesar da alta do mês de julho, a inflação deverá encerrar o ano em patamar baixo. De acordo com a pesquisa Focus de 31 de julho, o IPCA encerrará o ano com alta acumulada de 1,63%, o que significa que ele ficará abaixo do piso da meta.

Dos nove grupos de produtos e serviços componentes do IPCA, seis apresentaram alta em julho: Habitação (0,80%), Artigos de Residência (0,90%), Transportes (0,78%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,44%), Comunicação (0,51%) e Alimentação e Bebidas (0,01%). Vestuário, Despesas Pessoais e Educação registraram queda.

O aumento no preço da gasolina (3,42%) contribuiu para a elevação no grupo Transportes  e o da energia elétrica (2,59%) para a elevação no grupo Habitação. Destaca- se que das 16 regiões pesquisas pelo IBGE, 13 registraram aumentos nesse item.

 

Sinapi aumentou 0,49% em julho

 

Já o custo da construção civil (Sinapi), calculado e divulgado pelo IBGE, aumentou 0,49% em julho, a maior variação do ano. Nos primeiros sete meses de 2020, o referido indicador acumulou alta de 1,97% e, nos últimos 12 meses, 3,33%.

O custo nacional da construção, por metro quadrado, que em junho fechou em R$ 1.175,62, passou em julho para R$ 1.181,41. Desse valor, R$ 619,58 correspondem aos materiais e R$ 561,83 à mão de obra.

O custo com materiais registrou alta de 0,48% em julho, enquanto no mês anterior o aumento foi de 0,17%. O custo com a mão de obra também cresceu em julho: 0,50% enquanto em junho a elevação foi de 0,10%.

De acordo com o IBGE, o aumento no custo com materiais é resultado da alta generalizada em diversos produtos, especialmente o cimento, que registrou elevação em quase todos os estados. Já o aumento no custo com a mão de obra sofreu influência do incremento da mão de obra em São Paulo e na Paraíba.

A alta de 0,48% registrada no custo com material foi a mais elevada desde fevereiro/2020 (0,53%). Nos primeiros sete meses do ano, o custo com o material, de acordo com o Sinapi, apresentou elevação de 2,30%, resultado que é superior à inflação registrada pelo IPCA/IBGE no mesmo período (0,46%). Nos últimos 12 meses o incremento foi de 3,62%, e também ficou acima do IPCA/IBGE (2,31%).

“As constantes elevações no custo com material preocupam a Construção, que está buscando contribuir com a recuperação das atividades econômicas do País, com a manutenção de empregos e a geração de renda.

Esses aumentos provocam incremento de custos e prejudicam o andamento das atividades. Além disso, é preciso ressaltar o cenário atual é caracterizado por inflação e juros em baixo patamar.

O maior aumento do Sinapi no mês de julho foi observado na Região Sudeste (0,70%). Todos os estados da região registraram elevação, com destaque para São Paulo cujo aumento foi de 1,05%, em função da elevação do seu custo com mão de obra.

Veja a íntegra de análise sobre o ICPA e Sinapi no Informativo Econômico.

A ação integra o projeto “Banco de Dados da Construção –  BDC”, realizado pela CBIC em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industriai (SENAI Nacional).

 

(Foto: Getty Images)

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Março/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon – Vale do Piranga
Sinduscon-PE
Sinduscon-Vale do Itapocu
Sinduscon-Extremo Oeste
SINDUSCON SUL CATARINENSE
Sinduscom-NH
Sinduscon-AL
Ademi – GO
Ademi – MA
Sinduscon-Porto Velho
SECONCI BRASIL
Sicepot-RS
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet diyarbakır escort escort istanbul mersin escort mecidiyeköy escort çeşme escort
X