Logo da CBIC

Agência CBIC

29/10/2014

Atividade em queda contínua na construção

"Cbic"
29/10/2014

Economia & Negócios – Agência Estado

Atividade em queda contínua na construção

Se ainda havia algum otimismo na indústria de construção civil, a persistência das dificuldades parece tê-lo consumido. Do empresariado do setor consultado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a maioria prevê que a atividade do setor, já em nível preocupantemente baixo, deve piorar nos próximos meses.

 Numa escala em que os valores abaixo de 50 pontos indicam piora ou desempenho negativo, a classificação dada pelo empresariado à evolução do nível de atividade ficou em 42,3 pontos em setembro, menor do que o de agosto, de 43 pontos. Na comparação do nível de atividade efetivo com o nível usual para o período, o indicador caiu de 41,4 pontos em agosto para 38,8 pontos em setembro.

 É apenas um entre vários itens nos quais a pesquisa da CNI constatou uma situação pior do que a dos meses anteriores. A deterioração do quadro econômico, mais acentuada no último ano do primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff, fez crescer entre os empresários a insatisfação quanto à margem de lucros e à situação financeira das empresas. O indicador relativo a acesso a crédito ficou em 37,8 pontos, o patamar mais baixo dos últimos anos.

 Quanto ao emprego, o indicador ficou em 43,1 pontos em setembro, abaixo dos 43,5 pontos de agosto. Dada a grande capacidade da construção civil de absorver mão de obra, as seguidas quedas desse indicador são mais um sinal de que pode ter se esgotado o processo de abertura de postos de trabalho que vinha mantendo em níveis muito baixos os índices de desemprego medidos pelo IBGE. Em algum momento, e que não parece distante, também esses índices deverão piorar, retratando com mais precisão o que ocorre no mercado de trabalho, sobretudo no setor industrial.

 Não houve mudança, entre agosto e setembro, no nível de utilização da capacidade instalada da indústria da construção. Mas, em 67% nos dois meses, o nível já está bem abaixo da média da indústria de transformação, o que revela um índice de ociosidade bastante superior ao normal, sobretudo para a época.

 Aos problemas há muito tempo apontados como limitadores do crescimento do setor – como carga tributária excessiva, falta de trabalhador qualificado, juros altos e custo da mão de obra – agora se junta a falta de demanda, em razão do agravamento dos problemas internos que vêm forçando as famílias a agir com mais cautela e o governo a aplicar menos recursos em obras.

 


"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Outubro/2020

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon – CO
Sinduscon-DF
Abrainc
Sinduscon-Extremo Oeste
Sinduscon-Porto Velho
FENAPC
Ademi – SE
ASBRACO
Sinduscon-Caxias
Ademi – PE
Sinduscon-PB
Sinduscon – Lagos
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X