Logo da CBIC

Agência CBIC

16/09/2020

Artigo – A Lei de Liberdade Econômica e a segurança técnica do setor

Mayra Regina Martins Soares é engenheira civil e consultora da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC)

A Construção Civil, assim como outros setores, tem vivenciado nos últimos anos mudanças de tecnologia e de processos, com ganhos de qualidade e produtividade, trazidas pelas inovações e, mais recentemente, pelos desafios do “novo” criado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Nesse cenário, é essencial pensarmos nas normas técnicas e no seu papel de garantir a segurança técnica e jurídica dos agentes produtivos e dos clientes, considerando o horizonte acelerado de mudanças e de liberdade econômica.

Recentemente, o Decreto n° 10.229, 05 de fevereiro de 2020, regulamentou o direito de desenvolver, executar, operar ou comercializar novas modalidades de produtos e de serviços quando as normas infralegais se tornarem desatualizadas por força de desenvolvimento tecnológico consolidado internacionalmente, de que trata o inciso VI do caput do art. 3º da Lei nº 13.874, de 20 de setembro de 2019, da Lei de Liberdade Econômica. Ressalta-se que o disposto no Decreto não poderá ser invocado para questionar normas aprovadas pelo Poder Legislativo ou pelo Chefe do Poder Executivo.

Não é permitido, segundo o Código de Defesa do Consumidor (art. 39, VIII), colocar no mercado produto ou serviço em desacordo com as normas infralegais (normas técnicas), por outro lado o Decreto n° 10.229 passou a disciplinar o processo de adoção de uma norma internacional (International Organization for Standardization – ISO, Comissão Eletrotécnica Internacional – IEC, Codex Alimentarius, União Internacional de Telecomunicações – UIT, Organização Internacional de Metrologia Legal – OIML), caso as Normas Brasileiras não representem mais a realidade tecnológica disponível e em uso.

Nesse contexto, é importante ressaltar um dos princípios que norteia o processo de Normalização e que é um dos pilares para se alcançar os potenciais benefícios desse processo que é a “atualização”. Trata-se da necessidade de as normas acompanharem a evolução tecnológica de maneira que as novas técnicas que vão sendo adotadas sejam incorporadas, em sintonia com as inovações.

A revisão das normas brasileiras mostra-se um grande desafio para o setor da Construção Civil. A voluntariedade e a representatividade são parte deste desafio. É essencial a participação de profissionais e empresas no processo de Normalização Nacional e Internacional, o que a CBIC tem fomentado em suas ações estratégicas desenvolvidas para o setor.

As empresas precisam se conscientizar de que estar presente nos processos de elaboração e atualização de normas é vital para sua permanência em um mercado cada vez mais competitivo, tanto em nível nacional quanto internacional.

As normas internacionais são reconhecidas pela Organização Mundial do Comércio (OMC) como a base para o comércio internacional. A padronização de normas e de regulamentos internacionais, muitas vezes conflitantes, elaborados para produtos e serviços pelos diferentes países, configura medida importante para eliminação de barreiras comerciais. Mas as normas internacionais podem não representar nosso mercado, visto que a participação brasileira na elaboração destas normas é irrelevante em comparação com a da China, por exemplo, segundo dados da Associação Brasileiro de Normas Técnicas (ABNT).

Considerando o disposto no Decreto n° 10.229 da Lei de Liberdade Econômica e a incipiente participação do Brasil no processo de normalização internacional, o engenheiro Mario Wiliam Esper, presidente do Conselho deliberativo da ABNT, pretende torná-la mais ágil e preparada para se tornar protagonista da Normalização Internacional.

No cenário pós-pandemia da Covid-19, que especialistas estão apostando na Construção Civil para a retomada da economia do País, precisamos garantir qualidade e desempenho às construções, por meio de um arcabouço de normas técnicas atualizado, que garanta a segurança técnica e jurídica do setor.

*Artigos divulgados neste espaço são de responsabilidade do autor e não necessariamente correspondem à opinião da entidade.

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Julho/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

28Jul16:0018:00Oportunidades de concessão em saneamento.16:00 - 18:00 Virtual - Via Zoom

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon-Pelotas
Sinduscon-BNU
Sinduscon – Vale do Piranga
Sicepot-PR
Sinduscon-JP
Sinduscon-RO
FENAPC
Sinduscon-RR
Sinduscon PR – Noroete
SECONCI BRASIL
Sicepot-RS
Sinduscon – Vale
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
yabancı film izle Tekne Kiralama betboo karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet vaporesso vdcasino vdcasino giriş vdcasino sorunsuz giriş vdcasino yeni giriş betpark giriş betgaranti kolaybet diyarbakır escort escort istanbul istanbul escort bayan
X