Logo da CBIC

Agência CBIC

26/08/2011

Área de lazer ganha importância na hora da compra do imóvel

"Cbic"
26/08/2011 :: Edição 166

 

Jornal do Commercio Online/PE 26/08/2011
 

Área de lazer ganha importância na hora da compra do imóvel

Mercado

 Há condomínios com até 40 itens de diversão e serviço
 Com a violência, o trânsito intenso e os apartamentos cada vez menores, as áreas de lazer dos edifícios ganharam uma importância maior na hora do cliente decidir pela compra do imóvel. Para agradar os compradores, as construtoras passaram a cuidar bem do projeto dos espaços de lazer e a maioria delas já entrega tudo mobiliado e equipado para mimar os compradores.
 "É uma forma de satisfazer o cliente e fazer com que ele não se preocupe na hora de se mudar com a decoração da área de lazer. Quando o edifício é entregue somente com os espaços vazios, é comum a existência de taxas extras para os condôminos para comprar os equipamentos. Isso traz um desgate para o morador que já tem que arcar com a taxa normal de condomínio e muitas vezes com a prestação do apartamento", explica um dos sócios da DMC Imóveis Marcelo Carvalho.
 Além da entrega das áreas equipadas e mobiliadas, as construtoras passaram a incluir mais itens nos espaços de lazer. A lista vai desde o básico como piscina, salão de festas e minicampo gramado até opções de diversão inusitadas como pista de skate, boate, cinema, garage band, entre outras. A quantidade de itens depende do tipo de projeto do empreendimento. No estilo condomínio clube, marcado por uma grande quantidade de apartamentos compactos, a área de lazer é ampla e completa e traz até 40 itens.
 "A ideia é que o morador tenha tudo lá dentro e não precise sair de casa para se divertir. São os empreendimentos voltados para que têm filhos e trabalha fora. Daí as crianças fazem tudo no condomínio, evitando sair com receio da violência e proporcionando uma maior comodidade para os pais", completa Carvalho. Nos condomínios clube, a gestão da área de lazer é geralmente feita por uma empresa do ramo já que a quantidade de itens demanda um cuidado mais especializado.
 O acabamento da área de lazer e a qualidade dos móveis e equipamentos usados para equipá-la estão diretamente ligados ao preço do apartamento. Os imóveis mais caros voltados para a classe média alta têm áreas de lazer decoradas com itens requintados. Mas isso não quer dizer que os apartamentos mais populares sejam equipados com desleixo. Pelo contrário, até os imóveis do Minha casa, minha vida têm espaços de lazer bem decorados.
 "O consumidor já está acostumado a ter uma quantidade maior de itens de lazer do que se tinha antigamente. Como os apartamentos estão menores, eles vão mais usar os espaços de diversão", explica o diretor administrativo-financeiro da Duarte Construções, Germano de Sá Barreto.
 Segundo ele, o cliente tem que ter cuidado na hora da compra para não ficar encantado com a enorme quantidade de itens de lazer de um empreendimento e analisar se realmente vai utilizar todos os espaços. "É mellhor uma área de lazer com seis itens funcionais que são utilizados com frequência pelos moradores do que aquelas com 40 espaços que não têm muita utilidade", garante.
 Além da ampliação do número de itens das áreas de lazer, outra característica dos novos tempos da construção imobiliária é a segmentação dos espaços para agradar os moradores de todas as idades. Antigamente, a maior parte dos prédios tinha apena um salão de festas. Hoje são vários voltado para públicos diferentes. Há o salão de festas para os adultos, os voltados para os adolescentes e aqueles para as festas infantis. As crianças menores também ganharam um espaço lúdico e seguro: a brinquedoteca. Isso permite que crianças de dois ou três anos brinquem longe das maiores para evitar acidentes.
 Na hora de receber o imóvel, os moradores devem checar logo se todos os equipamentos da área de lazer estão funcionando e se encontram em bom estado. Em caso de itens quebrados ou danificados, o ideal é contactar logo a construtora para que a peça seja consertada ou substituida. Agora se o equipamento quebrar tempos depois que o imóvel for entregue com o uso frequente, aí a responsabilidade é da empresa fabricante. 
"Cbic"

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Outubro/2020

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

28Out10:0012:00Boas Práticas em Responsabilidade Social durante a pandemia - Experiências da Região Sudeste10:00 - 12:00 Via Zoom

28Out14:3016:30Seminário Técnico de Revisão do SINAPI - Rio Grande do Sul14:30 - 16:30 Via Zoom

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Abrainc
APEMEC
Sinduscon-RR
SINDUSCON SUL CATARINENSE
Sinduscon-PA
ASBRACO
Sinduscon-PE
Sinduscon-PR
Ademi – RJ
Sinduscon-Brusque
Sicepot-RS
Sinduson – GV
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme vaporesso diziizlepaylas betpark giriş betgaranti kolaybet oleybet diyarbakır escort escort istanbul escort izmir
X