Logo da CBIC

Agência CBIC

26/01/2018

Empresários do setor da construção iniciam 2018 mais otimistas

Resultado da Sondagem Indústria da Construção indica expectativas positivas para o ano

 

Os indicadores de expectativa dos empresários da Indústria da Construção e do Mercado Imobiliário consolidaram alta em janeiro e apontam para um horizonte mais otimista para o setor nos próximos meses. É o que indica o resultado da Sondagem Indústria da Construção, divulgado nesta sexta-feira (26/01) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com apoio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). O indicador de confiança dos empresários reforça esse cenário, ao atingir o maior valor desde fevereiro de 2013. Os índices trimestrais também indicam melhora das condições financeiras, ao mostrar menor insatisfação dos empresários quanto a margem de lucro e a situação financeira. Entre os principais problemas destacados pelas empresas, encontram-se elevada carga tributária, demanda interna insuficiente e falta de capital de giro. Os indicadores relacionados a atividade mostram queda na passagem de novembro para dezembro. As frequentes chuvas de dezembro têm impacto direto na produção do setor o que provoca, em geral, resultados mais negativos neste mês. No entanto, a pesquisa revela que a queda do nível de atividade e do emprego no final de 2017 foi menos intensa que a observada nos últimos anos. “Esse resultado é um sinal de que, na percepção dos empresários, o setor está reagindo”, destaca o economista Luís Fernando Melo Mendes. A sondagem foi realizada no período de 3 a 6 de janeiro deste ano, junto a 528 empresas do setor da construção, sendo 173 pequenas, 238 médias e 117 grandes.

Publicidade

 

DESEMPENHO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO EM DEZEMBRO DE 2017

Indústria da Construção encerra 2017 com queda menor que em 2016

Os indicadores de nível de atividade e de número de empregados alcançaram 44,9 e 43,0 pontos, respectivamente, apresentando queda de 1,9 ponto na passagem de novembro para dezembro. Apesar da queda, usual para o mês de dezembro, os índices atingiram o maior valor para o mês desde 2013 e 2014, respectivamente, indicando menor ritmo de queda do nível de atividade e do emprego.

 Ociosidade aumenta em dezembro          

O indicador de atividade efetivo/usual passou de 34,5 pontos em novembro para 33,4 pontos em dezembro. Valores abaixo de 50 indicam nível de atividade abaixo do usual para o mês.

 

A Utilização da Capacidade Operacional (UCO) atingiu 58% em dezembro, um ponto percentual inferior ao observado em novembro e quatro pontos percentuais abaixo da média histórica para o mês. No entanto, a UCO encontra-se dois pontos percentuais acima do percentual apresentado em dezembro de 2016.

 

CONDIÇÕES FINANCEIRAS DA INDÚSTRIA NO 4º TRIMESTRE DE 2017

Empresário estão menos insatisfeitos com a situação financeira da empresa

Os indicadores de condições financeiras apresentaram terceira alta consecutiva. No entanto, ainda permanecem abaixo da linha divisória de 50 pontos, apontando para uma redução da insatisfação dos empresários quanto a margem de lucro e a situação financeira. O índice de satisfação com a margem de lucro operacional aumentou de 34,4 no terceiro trimestre para 37,0 pontos no quarto trimestre. Na mesma base de comparação, o índice de satisfação com a situação financeira passou de 39,1 pontos para 39,9 pontos.

Melhora o acesso ao crédito das empresas

O indicador de acesso ao crédito apresentou quarta alta consecutiva e atingiu no quarto trimestre 30,7 pontos, 0,9 ponto acima do valor observado no terceiro trimestre. A alta indica menor dificuldade das empresas em acessar crédito. O indicador varia de 0 a 100, valores abaixo de 50 indicam dificuldade no acesso ao crédito.

 

PROBLEMAS ENFRENTADOS PELA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO NO 4º TRIMESTRE DE 2017

Elevada carga tributária é o principal problema da indústria da construção

A elevada carga tributária se manteve em primeira posição do ranking de principais problemas enfrentados pela indústria da construção. O item foi assinalado por 37,8% dos empresários no quarto trimestre ante 32,3% no terceiro.

Em seguida encontram-se os itens demanda interna insuficiente e falta de capital de giro, cujas assinalações ficaram praticamente estáveis entre o terceiro e quarto trimestre, destacados respectivamente por 29,8% e 27,4% das empresas.

 

EXPECTATIVAS DA INDÚSTRIA EM JANEIRO DE 2018

Expectativas positivas para o setor da construção

Os indicadores de expectativa cresceram pelo segundo mês consecutivo, consolidando-se acima da linha divisória que separa expectativa de crescimento e de queda. Os indicadores de expectativa do nível de atividade e de novos empreendimentos e serviços aumentaram 3,2 e 3,8 pontos, respectivamente, atingindo 56,2 e 55,7 pontos, em janeiro. Os indicadores de compras de insumos e matérias primas e do número de empregados cresceram 2,5 e 3,2 pontos, respectivamente, alcançando 55,0 e 54,0 pontos.

 Intenção de investimento cai em janeiro

O índice de intenção de investimento reverteu parte da alta observada em dezembro e caiu 1,7 ponto, atingindo 32,1 pontos em janeiro. Na comparação com o mesmo mês de 2017, o índice aumentou 4,4 pontos. O índice varia no intervalo de 0 a 100. Quanto maior o índice, maior é a intenção de investimento.

 

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO EM JANEIRO

Confiança dos empresários segue em alta

O índice de confiança do empresário da indústria da construção manteve a trajetória de alta iniciada em agosto, reforçando a confiança dos empresários. O ICEI-Construção passou de 56,7 pontos, em dezembro de 2017, para 57,2 pontos em janeiro de 2018.

A alta é explicada pela melhora do indicador de Expectativas, que passou de 60,5 pontos para 61,4 pontos entre dezembro e janeiro, bem acima da linha divisória de 50 pontos que separa pessimismo de otimismo. O indicador de Condições Atuais permaneceu praticamente estável em 49,1 pontos, abaixo da linha divisória de 50 pontos, o que aponta piora das condições atuais. Ou seja, os empresários do setor estão otimistas com relação ao futuro, mas ainda não percebem melhora nas condições correntes de seus negócios.

Clique aqui para acessar a íntegra da Sondagem Indústria da Construção do mês de dezembro.

 

 

COMPARTILHE!

Agenda da Construção

Agosto, 2019

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

13Agoallday25allday2° Brasília Cidade Design

Eventos

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sicepot-PR
Sinduscon-BA
Sinduscon Chapecó
Sinduscon-AL
SECOVI- PB
Sinduscon-Caxias
Sinduscon-Teresina
Sinduscon-JP
AEOPE
Ademi – ES
Sinduscon-DF
Sinduscon-MG
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
X