Logo da CBIC

Agência CBIC

14/04/2011

Prevenção de acidentes na indústria da construção

 

14/04/2011 :: Edição 078

Jornal Cidade/BR – 14/04/2011
prevenção de acidentes na indústria da construção

Há muito tempo se ouve falar que a indústria da construção civil é uma das
que mais empregam e é uma das atividades com o maior número de vítimas de
acidentes do trabalho.

As obras da construção civil estão presentes na construção de edifícios,
usinas elétricas, estação de metrô, condomínios, residências particulares e
tantas outras, e cada obra apresenta seus riscos peculiares. Certo que o setor
aumentará ainda mais nos próximos anos, em função da Olimpíadas e da Copa do
Mundo.

Conhecendo as causas dos óbitos e os diversos perigos e acidentes existentes
desde a terraplanagem, passando pela escavação, fundação e outros processos
inerentes à atividade, é possível realizar um trabalho preventivo que trará
redução de acidentes e de óbitos, melhor qualidade
de vida para os empregados, e redução do pagamento referente ao fator
acidentário previdenciário. Pelos ganhos apresentados e por outros não
mencionados, trabalhar com a prevenção é o melhor caminho para que a indústria
da construção civil deixe de ser uma das grandes colaboradoras desses
acidentes.

As causas de acidentes que mais contribuem para o óbito são: queda de
altura, soterramento e choques elétricos. Mão de obra desqualificada, muitos
trabalhadores contratados desconhecem as atividades que deverão realizar, a
alta rotatividade de mão de obra dificulta o treinamento e a adaptação do
empregado no trabalho, várias empresas envolvidas na mesma obra sem a mínima
noção de prevenção, falta de proteção de máquinas e equipamentos, ausência de
aterramento, falta de proteção coletiva também podem ser considerados como
causas fundamentais na ocorrência de acidentes e óbitos.

Estas informações não geram grandes impactos a tal ponto dos setores
envolvidos perceberem a gravidade dos fatos para tomarem medida preventivas
urgentes, então quantificando alguns tipos de acidentes ocorridos na indústria
da construção civil, conforme dados publicados na revista proteção 229 pág. 38,
teremos outra visão.

“Os fatores imediatos que levaram ao óbito dos trabalhadores
foram quedas (31,8%), seguidas pela exposição ocupacional a forças mecânicas
inanimadas (30,5%), exposição à corrente elétrica e a agentes físicos (16,10%)
e risco à respiração (8,1%)”, e não está sendo considerada a estatística dos
acidentes que geraram incapacidade temporária, incapacidade permanente, doenças
ocupacionais e acidentes de trajeto.

A atuação da fiscalização do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego)
referente à inspeção em segurança do trabalho no Brasil, de janeiro a
setembro/2010 no setor econômico da construção, notificou 10.832, autuou
14.296, embargos/interdições 2.010 empresas e analisou 378 casos de acidentes,
conforme anuário brasileiro de proteção 2011.

Para que as ocorrências fatais e os acidentes no trabalho sejam reduzidos, a
participação do governo, sindicato, empresários, trabalhadores é de grande
importância.

Algumas empresas do setor da construção civil e outras já estão tomando
ações preventivas para evitar acidentes, intensificando os treinamentos,
atendendo constantemente a legislação e implantando a OHSAS 18001 referente à
Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho. Na ABNT – Associação Brasileira de
Normas Técnicas, durante dois anos foram realizadas diversas reuniões que
envolveram mais de 120 profissionais prevencionistas para elaborar uma Norma
Brasileira de Gestão de SST, a NBR 18801, de Requisitos, e a AERC – Associação
de Engenharia, Arquitetura, Agronomia e Geologia de Rio Claro tem um
representante participando dessa atividade.

Qualificação urgente com qualidade é a receita para ser aplicada não só para
os trabalhadores como pedreiro, carpinteiro, técnicos e engenheiros de
segurança, pois a falta da mão de obra especializada vem sendo sentida neste
boom da construção no Brasil.

(O autor é engenheiro de Produção Mecânica, engenheiro de Segurança do
Trabalho, 2º-secretário da AERC, inspetor do CREA – Conselho Regional de
Engenharia Arquitetura e Agronomia. e-mail.
fmailto:francisco.a.garcia@terra.com.br)


"banner"  
"banner"  
"banner"  
"banner"  


"Cbic"

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sicepot-PR
Sinduscon-Teresina
Ademi – DF
Sinduscon Anápolis
Sinduscon-AP
Ademi – GO
Sinduscon-Norte/PR
Sinduscon-SF
Ademi – SE
Sinduscom-SL
Sinduscon PR – Noroete
Sinduscon-BC
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X