Logo da CBIC

AGÊNCIA CBIC

26/05/2023

Mesmo com preocupações, setor imobiliário tem bom trimestre no AM

Apesar das preocupações que podem afetar o desempenho do mercado ao longo do ano, alguns estados têm apresentado um início de ano com bons números em vendas de imóveis novos. O Amazonas, por exemplo, teve, no primeiro trimestre do ano, um montante de vendas que chegou a R$ 368 milhões.  

Os dados foram apresentados dentro do estudo de Indicadores de desempenho imobiliário realizado pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM) e divulgado na manhã desta quinta-feira (25) à imprensa. 

Henrique Medina, presidente da Ademi-AM, destacou que o setor imobiliário no estado enfrentou grandes desafios para alcançar os resultados de vendas nesse primeiro trimestre, superando obstáculos com determinação. 

“Vendemos com muitas dificuldades devido aos juros altos, as indefinições do programa Minha Casa, Minha Vida. Repetimos praticamente os mesmos números do ano passado, mas estamos felizes porque no Brasil, tanto em lançamentos quanto em vendas, teve uma redução considerável, no Amazonas conseguimos manter os números no primeiro trimestre de 2022”, destacou o presidente da Ademi.

Para o setor no Amazonas conseguir chegar ao resultado do trimestre, Henrique Medina destacou que os incorporadores ampliaram as condições de pagamentos dos clientes. “A Ademi vem buscando parcerias com o governo do estado e prefeitura no sentido de fomentar a entrada do imóvel, no caso do Minha casa, Minha Vida”, disse Medina.

De acordo com o presidente, o bom desempenho de vendas no primeiro trimestre foi impulsionado pelo recorde de lançamentos imobiliários em 2022. No ano anterior, foram lançados 26 empreendimentos, totalizando 8.056 unidades, o que representa um aumento de 75,6% em comparação com o mesmo período de 2021 (4.589 unidades). Nos primeiros meses deste ano, foram lançados três empreendimentos, mantendo a mesma quantidade de lançamentos do período correspondente do ano anterior.

Das vendas realizadas, 620 foram do padrão econômico, 530 nos demais padrões verticais, 333 em unidades horizontais e 7 unidades comerciais. E os bairros que representaram juntos 75,1% das unidades vendidas no primeiro trimestre, foram: Ponta Negra (386); Parque Mosaico (170); Santa Etelvina (154); Tarumã (128); Colônia Terra Nova (104) ;e Cidade Nova (94).

Das unidades residenciais vendidas, a tipologia com maior participação é a de 2 dormitórios, o que representa 91,1% do total das unidades residenciais verticais, equivalente a 1.048 unidades. A tipologia de 3 dormitórios foi a segunda mais vendida, são 78 unidades, isto é, 6,8%.

Em termos de metragem, as unidades com até 50 m2 representam a maior venda líquida, o equivalente a 88,2%. Do total de vendas líquidas, 77,2% foram de unidades residenciais verticais, 22,3% em unidades horizontais e 0,5% de unidades comerciais.

 Preocupações 

Ainda de acordo com o estudo da Ademi, os bairros que mais venderam em Manaus foram Ponta Negra e Parque Mosaico, na zona oeste de Manaus. Entretanto, algumas problemáticas que existem atualmente causam preocupações ao setor em médio prazo. 

“Há um investimento imobiliário muito grande nesta região, um vetor de crescimento do médio e alto padrão. Agora é importante pensar nesta região em cinco anos, segundo projeção da Ademi, nos próximos dez anos terão pelo menos 50 mil unidades lançadas e precisamos ver projetos de mobilidade urbana que contemplem o escoamento dos veículos dos moradores que ali vão residir. Por isso, o diálogo com o poder público deve ser estratégico para juntos pensarmos na mobilidade urbana”, destacou Medina.

*Com informações da Ademi-AM



COMPARTILHE!

Junho/2024

Parceiros e Afiliações

Associados

 
Sinduscon Sul – MT
ADIT Brasil
Associação Nacional de Correspondentes Caixa Aqui
Ademi – ES
ADEMI – BA
Ademi – PE
APEOP-SP
Sinduscon-Vale do Itapocu
SECONCI BRASIL
Sinduscon-SM
ANEOR
Sinduscon – Vale do Piranga
 

Clique Aqui e conheça nossos parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 

Parceiros

 
Multiplike
Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea