Logo da CBIC

Agência CBIC

10/07/2019

Indústria da construção orienta trabalhadores sobre saúde ocular

Ao celebrar nesta quarta-feira (10/07) o Dia Mundial da Saúde Ocular, o Serviço Social da Construção Civil (Seconci-SP) destaca algumas medidas de prevenção às principais enfermidades que causam a perda de visão, como consultas preventivas ao oftalmologista anualmente e, para os trabalhadores do setor da construção civil, o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para bloquear a incidência dos raios solares diretamente nos olhos.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há mais de 1,2 milhão de pessoas cegas no Brasil. Já a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que entre 60% e 80% dos casos de cegueira são evitáveis e/ou tratáveis.

Para a doutora Helisângela Esteves Mendes, oftalmologista do Seconci-SP, os cuidados com a visão começam ainda no ventre materno. “No pré-natal já é possível detectar doenças que podem gerar impactos na visão do feto, algumas vezes, podendo levar a cegueira, como a rubéola e a toxoplasmose”, destaca.

 

Além disso, outros problemas relacionados à visão podem ser tratados logo após o nascimento, ainda na maternidade, como a aplicação de nitrato de prata. Essa solução tem o objetivo de prevenir a conjuntivite gonocócica, que é causada pela causada pela bactéria gonococo e pode ser transmitida pela mãe durante o parto normal. Outro procedimento que precisa ser realizado é o Teste do Olhinho. Simples e rápida, a avaliação visa diagnosticar doenças como a catarata e o glaucoma congênito e, até mesmo, um possível tumor.

A especialista comenta ainda que até os cinco anos de idade é o período no qual a visão se consolida, por isso é muito importante o acompanhamento médico periódico para a prevenção de enfermidades como o estrabismo (desvio dos olhos), que é muito comum neste período. Já entre 6 e 12 anos, os pais precisam ficar atentos para realizar os exames oftalmológicos visando detectar doenças com a miopia, hipermetropia, astigmatismo e a ambliopia (quando um olho desenvolve a visão e o outro não).

Para as pessoas entre os 13 e 20 anos, a recomendação da dra. Helisângela é consultar o oftalmologista anualmente para a detecção de problemas característicos desta fase, como a ceratocone (curvatura da córnea) causada pelo hábito de coçar muito os olhos e pode ser hereditário e a miopia, que tem apresentado aumento dos casos em virtude do uso excessivo do celular e do tablet.

“O manuseio prolongado de aparelhos eletrônicos, como computador, tablet e celular, é muito prejudicial aos olhos. Por este motivo, no caso das crianças, a recomendação é que usem no máximo uma hora por dia. Já para adultos que trabalham com estes equipamentos, o ideal é que façam uma pausa de no mínimo 30 segundos a cada 60 minutos para descansar a vista”, recomenda.

Já entre os 20 e 40 anos, os trabalhadores precisam estar atentos para a detecção do glaucoma, uma doença crônica e silenciosa caracterizada por uma elevação da pressão intraocular e que pode levar à perda total da visão. O diagnóstico é realizado pelo oftalmologista, por meio do Exame do Fundo de Olho e a Tonometria, que mede a pressão ocular.

A partir dos 40 anos, de acordo com o especialista, o glaucoma e a vista cansada são os fatores que demandam especial atenção aos trabalhadores. “Além disso, no caso das mulheres, há ainda a recorrência do chamado Olho Seco em virtude do período da menopausa, que é a fase onde o corpo feminino diminui da lubrificação”, complementa.

Por isso, nesta fase, a especialista do Seconci-SP destaca que é muito importante que as pessoas realizem as consultas preventivas ao oftalmologista anualmente, mesmo que não esteja sentindo nenhum incomodo na visão.

No Seconci-SP, além dos profissionais médicos adequados, os pacientes têm ainda à disposição todos os equipamentos necessários para a realização dos exames.

Uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

Para os trabalhadores da construção civil, que muitas vezes realizam a sua atividade no canteiro de obra expostos ao sol, a dra. Helisângela salienta a importância do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para bloquear a incidência dos raios solares diretamente nos olhos – que pode causar queimadura na retina – e a entrada de poeira no globo ocular.

Outra recomendação da oftalmologista é o uso de lubrificante ocular nos períodos do ano em que o ar está mais seco. “A queda da umidade pode levar a um ressecamento dos olhos e o uso da substância pode evitar a sensação de ardência e vermelhidão, que são muitos característicos desses períodos”, finaliza.

 

COMPARTILHE!

Agenda de Eventos e Transmissões

Janeiro/2021

Filtrar eventos

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

-

-

-

-

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

Nenhum evento

Parceiros e Afiliações

Parceiros

 
Sinduscon Sul – MT
Sinduscon-MS
APEOP-SP
APEMEC
Ademi – SE
Sinduscon Anápolis
Sinduscom-NH
Sinduscon-Vale do Itapocu
Ademi – AL
Sinduscon-RO
Ademi – MA
Sinduscon-SE
 

Clique aqui e veja todos os parceiros

Afiliações

 
CICA
CNI
FIIC
 
Tekne Kiralama karın germe Estetik Ankara özel kurtaj meme büyültme retrobet epoksi vaporesso betpark giriş betgaranti kolaybet En iyi casino siteleri diyarbakır escort escort istanbul escort izmir izmir escort
X